GÁS NATURAL

MSGÁS: leitura de consumo via AnyQuest com Itron

03/04/2013 12:35

Consumo de gás, agora medido e faturado via RFID na MSGÁS.

Tamanho da fonte: -A+A

A Companhia de Gás do Mato Grosso do Sul (MSGÁS) instalou em clientes de dois condomínios residenciais da capital Campo Grande o sistema de medição inteligente de consumo de gás natural AnyQuest, em um projeto comandado pela Itron.

A promessa é facilitar a leitura dos dados de consumo, reduzindo a chance de fraudes, além de reduzir o tempo de transferência das informações ao sistema de faturamento da companhia, já que utiliza tecnologia RF.

“A medição, anteriormente feita de forma manual, agora pode ser realizada a qualquer momento, independentemente de autorização prévia do morador”, explica o gerente comercial da MSGÁS, Luiz Antonio Duarte.

Segundo ele, a empersa é a primeira de gás do Brasil a usar a telemetria interligando o sistema para faturamento.

O projeto teve início em novembro de 2012 com 96 pontos instalados em dois condomínios residenciais da capital sul-mato-grossense, e a expectativa é ampliar o projeto em breve, inclusive para segmentos além do residencial.

“Nosso objetivo é continuar avançando nesse sistema e chegar a 100% de telemetria junto a todos os clientes da companhia”, enfatiza Duarte.

No projeto, a Itron não forneceu apenas o sistema embarcado, mas também os medidores, além de suporte e treinamento.

A empresa fornece soluções de gestão de energia e água para empresas de todo o mundo, contando com cerca de oito mil clientes em 130 países.

Em 2011, último exercício divulgado, a receita global da empresa foi de US$ 2,4 bilhões.

Veja também

MONITORAMENTO
T-Systems e Azeti: gerenciamento M2M com RFID

A T-Systems, empresa de TI do grupo Deutsche Telekom, fechou acordo com a alemã Azeti Networks AG, fabricante de produtos de monitoramento distribuído de equipamentos, para lançamento de sistemas de gerenciamento remoto baseadi em RFID.

M2M
Telefônica: investindo no RFID em carros

Operadora pretende oferecer soluções na área, atenta à determinação do Contran em embutir chips de identificação em carros.

NOVO PRAZO
RFID nos carros. Agora vai?

A identificação por RFID da frota rodoviária brasileira deve começar a ser implementada em janeiro de 2013.

OUTRA FREQUÊNCIA
Alog: RFID para gerir data center

A Alog contratou a RFIDEAS para fazer a gestão de  8 mil ativos de TI instalados nos seus data center com uso de tecnologia RFID.

Gtt: RFID no controle de medicamentos

A Oncoprod, distribuidora de medicamentos oncológicos com mais de quatro mil clientes em todo o país, adotou a solução RFID da catarinense Gtt Healthcare para controlar os estoques de quatro hospitais clientes de sua carteira de consignação.

RFID Journal tem versão brasileira

O RFID Journal, publicação americana especializada em tecnologia de identificação por radiofrequência, acaba de abrir uma versão brasileira do seu site, com textos em português atualizados diariamente.

PC Sistemas: R$ 2,4 mi em centro de RFID

Com investimento de R$ 2,4 milhões, a PC Sistemas acaba de inaugurar o Ceilog Ana Patrus, espaço que a empresa garante ser o primeiro laboratório de RFID aberto por iniciativa privada na América Latina.

O novo Centro de Excelência e Inovação em Logística Ana Patrus é uma spin-off nascida da parceria entre o Grupo PC e diversos fornecedores de tecnologias e de equipamentos.

STI: Toshiba mira chip RFID e o Ceitec

A fábrica porto-alegrense de chips Ceitec pode ser uma das parcerias da STI Semiconductor Design Brasil, joint venture inaugurada este mês entre a Semp Toshiba e a Toshiba Corp., para a produção de um semicondutor para RFID no país.

Ceitec vai testar RFID para estacionamento

O Ceitec abriu uma licitação para contratar um sistema de controle de estacionamento por radiofrequencia com o objetivo de testar as tags RFID na frequência de 915MHz projetadas pela equipe do centro de desenvolvimento de chips.

O edital prevê a compra do de equipamento, instalação, software e manutenção por 12 meses por um valor estimado em R$ 35 mil.