Bruno Tiergarten. Foto: divulgação

A Megasul, empresa de Blumenau especializada em ERP para varejo, investiu R$ 100 mil nos últimos dois anos em programas de capacitação de mão de obra, em parceria com o Polo Tecnológico de Informação e Comunicação da Região de Blumenau – Blusoft.

A aliança contempla os programas Entra21 e GeraçãoTEC (chamado de Fortic até 2011), que já resultaram na capacitação e absorção de seis colaboradores, que ingressaram na companhia como estagiários e hoje são funcionários da área de desenvolvimento.

O valor investido foi para aquisição de cotas de contratação, compra de equipamentos para auxílio nas capacitações, formações técnicas e de negócios, além de especializações focadas no core da companhia – o varejo.

“Blumenau é um polo de TIC, berço de dezenas de empresas de renome nacional e que abriga hoje mais de 600 companhias do setor, todas com crescimento médio de 20% ao ano, mas que enfrentam o problema da escassez de mão de obra”, afirma o diretor de Tecnologias e Operações da Megasul, Bruno Tiergarten.

Segundo ele, foi para suprir esta carência e “eliminar a ameaça ao seu crescimento sustentável” que a empresa decidiu pela adesão ao Entra21 e GeraçãoTEC, que atacam o mesmo problema de forma diferenciada.

O primeiro é um projeto social financiado com recursos públicos e privados, voltado ao encaminhamento de jovens de baixa renda para empregos na área de TIC.

Gratuito, o programa oferece ao aluno material didático e transporte, além de fazer a “ponte” com as contratantes.

Já o GeraçãoTEC é focado em selecionar os profissionais que se saem melhor nas capacitações, por meio de testes e entrevistas que definem o perfil do candidato de acordo com as demandas apresentadas pelas empresas participantes.

A Megasul, além de aderir aos programas, faz parte do Comitê de Conselheiros da Blusoft, também integrado por organizações como Edusoft, Proway, Assespro, ACIB, Sedec, FURB, Ceduphh, T-Systems, Cetil, Credisystem, HBSis e Quicksoft.

Já no Entra21 e GeraçãoTEC, em 2011 também investiram Automasoft, Benner, CEF, Edusoft, HBSis, Ksys, LZT, Quicksoft, Selgron, Sicoob, Tecnológica, Uniasselvi e Wheb.

“Para 2012, o Blusoft está em busca de patrocinadores”, convoca Tiergarten.

O diretor não divulga o faturamento da Megasul, mas destaca que, em 2011, a companhia cresceu 30% e, para este ano, projeta uma expansão na casa dos 40%.

Com sede em Blumenau e filial em São Paulo, a empresa atende a mais de 1,7 mil clientes, número que projeta ampliar em 25% este ano.