Mercado de servidores está desaquecendo no país. Foto: Shutterstock

As vendas de servidores x86 caiu 7,3% em número total de unidades em 2015, quando foram vendidas no Brasil 114 mil máquinas do tipo, aponta levantamento da IDC.

É o segundo ano consecutivo de queda. Em 2014, o número já havia diminuído 9,9% frente aos 135 mil servidores vendidos no ano anterior.

A receita também teve queda de 23%, passando de US$ 662 milhões em 2014 para US$ 510 milhões em 2015. O impacto em termos de receita com certeza foi agravado pela desvalorização de 32% do real no ano passado.

Para Luis Altamirano, analista de pesquisas da IDC Brasil, além do cenário econômico e político e do dólar alto, a queda da receita foi motivada pela diminuição do preço médio dos aparelhos, reflexo do comportamento bastante agressivo das fabricantes. 

“Existe uma procura maior das fabricantes por canais para integração de projetos e por aumento de capilaridade no mercado. Para atrair estes canais e o cliente final, as empresas estão diminuindo os preços”, avalia Altamirano.

O analista do IDC não menciona nomes, mas boa parte da queda de preços pela mudança do modelo comercial no segmento deve ter vindo da Dell.

No último trimestre de 2014, a IDC divulgou que a multinacional americana estava fechando 10 anos de liderança nesse mercado no Brasil, com uma participação de 38,5% do total de unidades de servidores comercializadas no país.

A Dell vem fazendo esforços para emplacar um modelo de venda indireta ao longo dos últimos sete anos. As vendas por meio de parceiros superaram a metade do volume total na América Latina no ano passado.

No Brasil, a empresa tem 240 parceiros, distribuídos em 80 no nível mais alto, 120 no nível intermediário e 50 no de entrada. Além disso, a companhia tem um batalhão de 1,2 mil revendedores trabalhando por meio da Ingram Micro e da Network1.

“As empresas devem procurar cada vez mais serviços em nuvem e menos servidores, principalmente as pequenas e médias. No futuro, os fabricantes não deverão mais vender para pequenas e médias empresas e sim para provedores de data center”, acredita Altamirano.

A IDC segue projetando queda de volume vendido neste ano, quando a expectativa é de 109 mil unidades vendidas, uma uma baixa de 4,5%, e de uma retração de 5,5% da receita, atingindo aproximadamente US$ 482 milhões.