Wagner Patrus, presidente da Máxima Sistemas. Foto: Divulgação.

A Máxima Sistemas, companhia de soluções móveis para força de vendas, trade e logística para o setor atacado distribuidor, acaba de lançar uma versão do software Pedido de Venda disponibilizado na nuvem através dos serviços da Amazon Web Services (AWS).

Criada para gerenciar as atividades diárias de vendedores e representantes comerciais, a solução Pedido de Venda permite à equipe comercial externa, por meio de tablets e smartphones, emitir pedidos, realizar consulta de preços, disponibilidade de estoque, histórico de compra dos clientes e políticas de desconto, por exemplo. 

A nova versão permite a redução de custos com infraestrutura de servidores para rodar a solução e a redução no tempo de implantação.

A Máxima aposta na disponibilidade como benefício, com a capacidade dos profissionais em campo não terem interrupção nas trocas de dados, situação que é muito recorrente quando se utiliza um servidor interno, que pode ficar instável numa queda de energia elétrica, ou apresentar lentidão com grande volume de sincronizações, por exemplo.

Com a nova versão, além da comercialização da cessão de direito de uso do software, a Máxima também passa a oferecer o modelo de locação de software, sem a necessidade da compra de licença.

“A adoção do cloud computing é uma tendência mundial e os nossos clientes já entenderam que manter seus dados dentro de casa é uma condição muito vulnerável ao negócio, além de oneroso. Mais do que redução de custo com infraestrutura, a segurança da informação é um fator que pode por em risco a parada de um negócio e, consequentemente, gerar prejuízos”, explica Wagner Patrus, presidente da Máxima Sistemas.

A Máxima Sistemas é uma software house mineira que nasceu dentro do mercado atacado distribuidor. Com a aquisição da Tecnomix, em novembro de 2014, e da OnNet Systems, em março deste ano, a companhia ampliou sua atuação dentro da cadeia de abastecimento, passando a atender também o segmento de manufatura.

Hoje a companhia conta com 860 clientes ativos em todo o território nacional. A Máxima Sistemas fechou o ano passado com um faturamento de R$ 14,8 milhões, uma alta de 49% frente aos resultados de 2014. Os resultados de 2016 não foram divulgados.