Com metodologia ágil, projeto foi implementado em três meses. Foto: divulgação.

A Caixa Seguradora, instituição fundada a partir da união entre a CNP Assurances e a Caixa Econômica Federal, implantou o RPA da Uipath através da multinacional francesa Atos, para automatizar os processos operacionais da área de investimentos. 

Com implementação em três meses, o projeto automatizou sete processos, gerando um aumento da produtividade de investimento superior a R$ 70 milhões um mês após a sua conclusão. 

A Atos utilizou a metodologia ágil, aliada ao design thinking, para desenhar e entregar o projeto. Caso essa abordagem não fosse utilizada, a empresa estima que seria necessário no mínimo um ano para a finalização.

"Na Atos, quando falamos sobre metodologia ágil, não é simplesmente sobre entregar com rapidez, mas é sobretudo entregar com qualidade de modo assertivo, gerando valor para os nossos clientes e seus usuários finais", afirma Hemerson Mota, responsável pela vertical de Insurance da Atos.

Anteriormente, toda a coleta e preenchimento de planilhas da seguradora era feita de forma manual e agora o sistema realiza toda a parte operacional, fornecendo diretamente as informações para análise do mercado de ações aos economistas e equipe.

Segundo a empresa, isso permite que os funcionários possam usar seu tempo de forma mais estratégica e direcionada aos seus objetivos de negócios.

"A parceria com a Atos nos permitiu avançar na modernização de processos e ter um resultado excelente já no primeiro mês, ao mesmo tempo em que garantiu segurança e governança, que estão entre nossas maiores prioridades", conta André Mourão, superintendente de investimentos da Caixa Seguradora.

De acordo com a Atos, o sistema de automação desenvolvido para o projeto é adequado à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Com receita anual de € 12 bilhões, a Atos tem 110 mil colaboradores em 73 países. 

Fundada em 2005 na Romênia, a UiPath é uma das empresas mais badaladas no segmento de RPA, tendo sido listada em setembro em número 3 no ranking Forbes Cloud 100. 

A companhia tem um escritório em São Paulo e em 2019 organizou seu primeiro evento no Brasil.

De acordo com o Gartner, 85% das grandes empresas terão adotado alguma automação para tarefas repetitivas por meio de software até 2022.