Em 2013, a Nokia vendeu sua operação de celulares à Microsoft. Foto: Taina Sohlman/Shutterstock.

Tamanho da fonte: -A+A

Desde a inauguração da primeira loja da Microsoft no Brasil, há cerca de dois meses em São Paulo, a empresa remodelou 28 lojas e 17 quiosques em 13 estados brasileiros. 

Além da troca da marca Nokia, alguns pdvs também passaram a comercializar o portfólio completo da Microsoft, incluindo smartphones Lumia, acessórios, videogame Xbox, jogos, licença de Office 365, cartões Xbox Live, Live Gold e Skype, entre outros. 

Do total de revendas autorizadas, 20 estão sob a responsabilidade do franqueado Nexcom em Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Pernambuco e Sergipe. Os outros 25 são da Águia Telecom nos estados do Amazonas, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e São Paulo (São Paulo).

“Como planejamos, em apenas dois meses concluímos nossa estratégia de substituição da marca Nokia no varejo com o objetivo de trazer para o consumidor brasileiro uma experiência mais completa e conectada dos produtos e serviços da Microsoft”, afirma Cármine Silvestri, diretor-geral da divisão de Mobile Devices da Microsoft no Brasil.

Fundada em 1989, a Microsoft Brasil possui 10 escritórios em todo o país. 

Em 2013, a finlandesa Nokia vendeu sua operação de celulares e smartphones à Microsoft por US$ 7,183 bilhões. No final de 2014, a Microsoft anunciou que não utilizaria mais a marca Nokia, adotando o nome de Microsoft Lumia para a unidade.