A GFT Espanha está em busca de 50 profissionais do Brasil. Foto: Pexels.

A GFT Espanha, companhia de tecnologia focada no setor financeiro, está em busca de 100 profissionais a partir de suas unidades de negócios latino-americanas, localizadas no Brasil, Costa Rica e México. O objetivo é atender aos projetos oriundos de instituições financeiras internacionais.

Entre as vagas, 50 são específicas para profissionais brasileiros. As oportunidades são para especialistas em desenvolvimento front-end e back-end, big data e arquitetos com conhecimentos em tecnologias como Java, Spring, Hibernate, HTML5, JavaScript, Angular, React, Python, Hadoop, Spark ou com experiência em desenvolvimento de APIs.

Os requisitos para concorrer às vagas da GFT Espanha são inglês fluente e formação nas áreas de tecnologia da informação, computação ou correlatas. Para se candidatar, os profissionais devem se cadastrar na página de vagas da empresa ou enviar o currículo para careerIberia@gft.com até o dia 30 de agosto.

“Hoje, o Brasil gera um grande número de profissionais de TI altamente qualificados e que almejam uma experiência internacional, o que vai ao encontro da cultura global da GFT, que é ampliar e enriquecer a experiência de seus funcionários por meio de oportunidades que incentivam o desenvolvimento de uma carreira internacional. Em 2016, expatriamos 70 colaboradores brasileiros para trabalhar no exterior”, explica Marco Santos, managing director Latam do Grupo GFT.

A operação espanhola contratou quase 100 profissionais estrangeiros para atuação na Espanha no ano passado e a meta deste ano é repetir o sucesso da campanha. 

“Tivemos um aumento global na demanda por projetos relacionados à transformação digital no setor financeiro, que gerou um crescimento em projetos de longo prazo em diferentes áreas, envolvendo diversas tecnologias de ponta, e por isso precisamos incorporar novos profissionais à nossa estrutura”, pontua Carlos Eres, managing director da GFT Espanha.

A GFT prevê gerar uma receita consolidada de cerca de € 425 milhões no exercício de 2017, uma queda na expectativa em relação aos € 450 milhões previstos em março. No ano passado, o faturamento foi de € 422,56 milhões.

Fundada em 1987 e com sede na Alemanha, a GFT conta com uma equipe global de 5 mil colaboradores em 12 países.

A unidade brasileira registrou um aumento de 157% em no faturamento em 2016, a maior alta entre as unidades do grupo no mundo.