Dinheiro está longe de resolver os problemas de Eike. Foto: flickr.com/photos/fiesp/

Eike Batista vai vender os 14,77% que detém na Ideiasnet, fundo de participações em empresas de tecnologia.

Segundo o Valor, o leilão na BM&FBovespa acontece nesta sexta-feira, 04 e deve movimentar R$ 24,5 milhões.

As ações da Ideiasnet fecharam negociadas a R$ 1,38. O Grupo EBX adquiriu sua participação em maio de 2008, por R$ 6,70 por ação, quase 80% a mais.

O dinheiro a ser arrecadado é quase nada frente aos problemas de Eike. O empresário, que já foi o sétimo homem mais rico do mundo, tem uma dívida avaliada em R$ 2 bilhões.

A OGX, petroleira do grupo, anunciou nesta semana que não pagaria R$ 45 milhões em juros de dívidas, no que analistas apontam como o primeiro passo do que pode ser o maior calote já dado por uma empresa latino americana.

Em março, a Ideiasnet fechou a venda de 18,2% das cotas de seu fundo para a gestora americana Paul Capital, por R$ 79 milhões. A operação avaliou o fundo em R$ 435 milhões, um prêmio de mais de 50% em relação ao valor de mercado da empresa na época.

O principal acionista da Ideiasnet é o grupo Lorentzen, que detém de 15% do capital.

Entre as principais empresas que compõem o portfólio da Ideiasnet estão a distribuidora de produtos de informática Officer e a Padtec, que fornece serviços de redes para empresas de telecomunicações.

A Ideiasnet controla também a Bolsa de Mulher e iMusica e tem participações minoritárias diretas na Amo Muito, Spring Wireless e TvaoVivo e majoritária direta na Automatos.

A receita líquida do portfolio alcançou R$ 448 milhões no terceiro trimestre fiscal de 2012, uma alta de 23,4% frente ao mesmo período do ano anterior.