IBM também quer colher seus frutos na terra da uva. Foto: Flickr.com/admiriam

O crescimento dos negócios no Rio Grande do Sul levou a IBM a investir R$ 1 milhão em uma nova estrutura de atendimento em Caxias do Sul, cidade que possui o segundo maior PIB do estado - R$ 12,5 bilhões em 2009, conforme o IBGE - e representa o terceiro maior polo metal-mecânico do Brasil, conforme dado da própria Big Blue.

“Primeira área do estado a realizar um Arranjo Produtivo Local (APL) de Tecnologia, a Serra Gaúcha vive um momento de abertura na área de TI, estruturando sua cadeia produtiva por meio de apoio público e privado”, avalia Wagner Pontel, líder de vendas da IBM para a região.

Além disso, segundo ele, o Sul é a segunda maior região do país em termos de investimentos no setor, somando  13% dos recursos.

A IBM já atuava no mercado da serra gaúcha por meio de parceiros locais, como a PowerSolutions e a Serrana Informática.

Os canais serão mantidos, mas Pontel define que o escritório em Caxias é importante devido a características de mercado.

“O cliente serrano considera a presença local dos fornecedores um diferencial na aquisição de soluções de TI. Em Caxias, temos empresas que preferem ser proprietárias de seus próprios recursos e ativos. Um escritório na cidade é fundamental”, comenta o executivo.

A IBM já vem há horas mostrando a cara na Serra Gaúcha.

Só este ano, além de programas com a ONG Parceiros Voluntários para capacitação de lideranças nas cidades de Antônio Prado, Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Garibaldi, Nova Prata e São Marcos, também implantou o programa KidSmart, em parceria com a Secretaria de Educação caxiense.

O projeto envolveu a doação de 36 unidades do KidSmart, solução composta de um computador em formato de brinquedo, com programas educacionais nas áreas de geografia, matemática e ciências, e a capacitação de 63 professores da rede municipal para utilizar a ferramenta em sala de aula.

CAXIAS...
Localizada a 124 quilômetros da capital Porto Alegre, Caxias do Sul tem uma economia composta por indústria (42,55%), comércio e serviços (55,82%) e agropecuária (1,63%), segundo dados da Fundação de Economia e Estatística referentes a 2009;

No setor industrial, a metalurgia, mecânica, transporte e alimentos/bebidas despontam como carros-chefe.

A cidade de cerca de 442 mil habitantes, conforme o IBGE 2011, tem forte atuação no setor de produção de vinhos e produtos relacionados, com mais de 30 vinícolas instaladas.

... E MAIS

Além de Caxias, Passo Fundo e Pelotas são outras cidades que já entraram na estratégia de regionalização da IBM no Rio Grande do Sul.

O plano, que desde 2009 já levou a companhia para 38 cidades fora do eixo Rio-São Paulo, a também inclui outros estados da região.

Em Santa Catarina, por exemplo, a multinacional investiu R$ 700 mil na abertura de um escritório em Joinville, em setembro passado. 

A estratégia de expansão regional tem também um cunho global, com foco em economias de rápido crescimento, como Brasil, Rússia, Índia e China, algumas regiões da Ásia, África e Oriente Médio, América Latina, Europa Central e Leste.

Segundo comunicado da companhia, estes países fazem parte de sua unidade de Growth Markets, que em 2011 representou 22% da renda total. A expectativa é que a fatia aumente para 30% até 2015.