Giovanni Sostizzo. Foto: divulgação.

Com meta de vender 1,5 mil SIM cards por mês ao longo de 2013, a porto-alegrense Softmóvel acaba de se tornar distribuidor exclusivo de ferramentas de M2M da Datora, multinacional paulista com operações nos EUA, Portugal, Espanha e Guatemala.

Com sede no Tecnopuc, a empresa especializada em desenvolvimento de aplicativos móveis e soluções de Telecom trabalha com os cartões agregados a pacotes de dados – não de voz - da Datora, com ofertas que vão de 2 Mb a 100 Mb.
 
As soluções fazem parte da divisão Datora Mobile, lançada pela companhia em 2012 com meta de chegar a 15% do mercado brasileiro de M2M em cinco anos.

Para chegar à meta, a empresa conta com os elementos de seu core de rede GSM, incluindo HLR, gateway, SMSC, USSD gateway e GGSN próprios, focados em verticais como segurança, transporte, saúde e financeiro, além de medidores de energia elétrica.

“Para nossa linha de distribuição, o público alvo são empresas de rastreamento, monitoramento, centrais de alarmes, entre outros”, afirma Giovanni Sostizzo, gerente Comercial da Softmóvel.

Como diferencial das soluções da nova parceira em relação às operadoras tradicionais, ele destaca recursos de alto nível de autonomia de gestão pelo cliente, contratos com pagamento fixo mensal e ausência de multa recisória.

Atualmente, a Softmóvel Telecom – divisão criada a partir do novo acordo de distribuição autorizada – atua remotamente também em Santa Catarina, mas o plano é estabelecer presença por lá, além do Paraná.

Não há data prevista para a execução deste projeto, mas Sostizzo conta que são mercados em análise, que devem começar a ser mapeados efetivamente a partir do segundo semestre deste ano.

Também em 2013 vai se expandir a outra área da empresa, focada em desenvolvimento de aplicativos para mobilidade, que já tem canais em São Paulo, Belo Horizonte, e em fevereiro estabelecerá um novo em Fortaleza.

Neste segmento, a Softmóvel trabalha com aplicativos sob demanda, ou com os próprios para força de vendas e emissão de Danfe em campo.

Os sistemas já rodam em mais de cinco mil dispositivos de clientes do porte de Liquigás, JBS- Vigor, Vonpar e Hoyalyx, entre vários outros.

FERMENTO
Uma curiosidade da carteira da companhia é o reforço da indústria panificadora.

Um dos clientes mais “quentinhos” é a Farias, fabricante com sede em Alvorada que é case recente da Softmóvel, mas nomes como Seven Boys, Grupo Bimbo – Nutrella e Lider Minas Panificadora e Panificação Tocantins também engordam a carteira.

PARCEIRAÇA
Além da Datora Mobile, a multi brasileira também atua no mercado nacional de MVNO, para o que recebeu licença da Anatel em 2011, tornando-se, depois, sócia das operações de telefonia da Porto Seguro Telecom e da Virgin Mobile Brasil.