A primeira edição da Brazil at Silicon Valley será aberta apenas para convidados. Foto: Linda Cicero/Stanford News.

A Universidade de Stanford, em Palo Alto, sediará em abril o evento Brazil at Silicon Valley.

A conferência é organizada por estudantes brasileiros da universidade e conta com apoio de Hugo Barra, VP de realidade virtual do Facebook; Carlos Brito, CEO da Anheuser-Busch InBev; Luciano Huck, apresentador de televisão e Jorge Paulo Lemann, empresário e investidor.

“Nosso grande sonho é melhorar a competitividade de nosso país por meio de tecnologia e inovação. Para isso, facilitaremos o ecossistema que fomente esses elementos, conectando melhor o Brasil ao Vale do Silício. O evento abordará como as inovações tecnológicas podem impactar profundamente a competitividade do Brasil e promover uma mentalidade que abraça o risco e o empreendedorismo”, diz a organização do evento.

Entre os palestrantes confirmados estão nomes como Zac Bookman, CEO da OpenGov; Daniel Castanho, fundador da  nima Educação; Henrique Dubugras, cofundador e CEO da Brex; Vivek Garipalli, cofundador e CEO da Clover Health e Bina Kalola, diretora administrativa de global banking & markets no Bank of America Merrill Lynch.   

“São Francisco é hoje a Florença do século XXI. Tecnologia não é um assunto complementar, é core, é todo um novo jeito de pensar. Me angustia muito ver como o Brasil ainda não parece ter entendido o tamanho dessa mudança”, afirma Rodrigo Xavier, ex-presidente do Merrill Lynch no Brasil e um dos organizadores do evento, ao Brazil Journal. O executivo está concluindo uma fellowship em Stanford.

A primeira edição da Brazil at Silicon Valley será aberta apenas para convidados (cerca de 400 pessoas). A ideia do evento segue o estilo da Brazil Conference, que reúne há cinco anos brasileiros em Harvard para discutir inovações que podem ser aplicadas no país.