NUVEM

Google: mais $$$ para startups

04/02/2022 07:39

Empresa facilita entrada em programa de apoio e aumenta os créditos.

Vai um pouquinho de nuvem aí? Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

O Google Cloud mudou as regras do seu programa de incentivo para startups, o  Google for Startups Cloud Program, tornando ele mais acessível e dando mais créditos para quem entrar.

Segundo o Google divulgou essa semana, passam a poder participar qualquer startups que já tenha recebido investimentos até a chamada série A, como é conhecida no jargão o primeiro grande aporte de um fundo, inclusive empresas que tenham feito captações de pré-seed e seed.

A reportagem do Baguete perguntou qual era o critério anterior, e o Google respondeu que até então o programa selecionava os participantes dentro de “uma lista específica de parceiros”.

Além de abrir mais a porta, o Google está dando mais crédito. Como antes, as empresas podem receber créditos na nuvem do Google no valor de até US$ 100 mil no primeiro ano.

Só que agora as integrantes terão um segundo ano de incentivo, com 20% dos custos no uso do Google Cloud cobertos, até um limite adicional de US$ 100 mil em créditos. 

O programa existe no Brasil desde 2016, quando o Google abriu uma unidade  do Google Campus em São Paulo. No ano passado, o Google tinha 250 startups no programa, que já tinham captado US$ 35 bilhões em capital.

https://blog.google/outreach-initiatives/entrepreneurs/five-years-google-startups-brazil/

Um caso típico é a TC, uma startup brasileira de educação financeira e inteligência do mercado de capitais, que já fez inclusive uma abertura de capital na bolsa de valores brasileira. 

“Nosso foco é compartilhar nossa expertise e fornecer os recursos necessários para que as startups parceiras possam aproveitar novas oportunidades e se mover rapidamente, escalando e prosperando ativamente na nuvem", destaca Bruno Oliveira, Líder para Estratégia de Digital Natives para Google Cloud na América Latina. 

O Google for Startups Cloud Program é uma forma inteligente de gerar um potenciais grandes contratos para o Google no futuro, fazendo com que startups construam seus produtos com a tecnologia da gigante.

Caso alguma delas emplaque para valer, é difícil que ela decida migrar para a nuvem de um concorrente no futuro.

O custo é relativamente baixo, em se falando de um gigante como o Google.

Caso todas as 250 startups tenham usado a totalidade dos US$ 100 mil de crédito, o custo do programa no país ficaria até agora em US$ 25 milhões. 

Veja também

NUVEM
Dedalus fatura R$ 320 milhões, alta de 52%

Meta para 2021 é seguir no mesmo ritmo, com crescimento fora do país.

CRÉDITO
Boa Vista: dados no Google Cloud

Gigante de análise de crédito vai colocar 100% das suas informações na nuvem.

MENU
IBM na nuvem do Serpro

AWS, Huawei, Microsoft e Oracle já estão dentro. Agora só falta você, Google.

NOMES
Falconi vai usar IA do Google

Consultoria deve abrir portas para o Google entre grandes empresas.

TROCA
Paula Bellizia de saída do Google

Vaga já está aberta no Google. Executiva pode estar indo para grande fintech. 

VAGAS
Google vai dobrar time técnico no Brasil

Serão 200 vagas abertas até o final de 2023, em BH e também em São Paulo.