Patentes serão importantes para companhia no mercado de smartphones. Foto: flickr.com/photos/dayjoy.

A Lenovo anunciou a compra de um portfólio de 4 mil famílias de patentes da NEC Corporation, o que resulta em aproximadamente 8 mil patentes registradas.

Os produtos são das áreas móveis de 3G e 4G, configurações e tecnologias utilizadas em smartphones e tablets. A transação está prevista para ser concluída em 90 dias.

"Um forte portfólio de patentes é o elemento chave para o sucesso no segmento de smartphones. Esse investimento fortalece o portfólio de propriedades intelectuais da Lenovo," disse Ira Blumberg, vice-presidente de Propriedades Intelectuais da companhia.

A empresa informou que pretende continuar adquirindo mais ativos adicionais de propriedades intelectuais. No fim do ano passado, a Lenovo divulgou que irá aplicar R$ 100 milhões na criação de um centro de pesquisa e desenvolvimento de software em Campinas, a cerca de 100km de São Paulo. 

Embora ela ocupe a liderança no mercado global de PCs, na frente de concorrentes como HP e Dell, a empresa sentiu o baque da queda nas vendas de computadores, devido à popularidade de dispositivos móveis.

"Conforme expandimos a estratégia PC Plus em um novo mercado, esse investimento mostra o nosso comprometimento em termos o IP que precisamos para alcançarmos sucesso global."

A companhia tem aplicado em outras áreas. Só em janeiro, a Lenovo comprou a Motorola Mobility, fabricante de smartphones que pertencia ao Google, em uma transação de US$ 2,91 bilhões, e a divisão da divisão de servidores da IBM por US$ 2,3 bilhões.

No mesmo mês, lançou seu primeiro smartphone 4G.

A empresa já vinha esboçando uma entrada no mercado de telefonia com a compra da CCE no Brasil em 2012 por R$ 300 milhões.

Na América Latina, a NEC oferece soluções de comunicações e TI para operadoras, empresas e governo.

A empresa também desenvolve na região soluções de imagem, cidades inteligentes e segurança integrada.