Daniel Westerlund, gerente de TI da Farina. Foto: Baguete.

A Farina, fundição sediada em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, vai migrar o seu sistema de gestão da Datasul pelo Protheus, outro ERP da linha Totvs.

O projeto, que atualmente está em fase de levantamento de processos, deve ser iniciado em agosto e ter o go live em janeiro de 2016.

De acordo com gerente de TI da Farina, Daniel Westerlund, o objetivo é reduzir o número de customizações no sistema gestão, que estavam gerando um custo alto de manutenção para a solução Datasul.

Muitos clientes da base Datasul (na Serra, esse grupo inclui empresas como Keko, Piá e Grendene) tem feito o upgrade do software para o Totvs 12, a última versão do sistema de gestão da Totvs, agregando funções da plataforma de workflow Fluig.

“Pelo nosso contrato, nós tínhamos a opção de ir para o Protheus, enquanto aguardamos para ver como o Fluig vai evoluir”, resume Westerlund, que esteve em Bento Gonçalves neste final de semana participando do II Seminário do GTISul, grupo que reúne gestores de TI de empresas do interior gaúcho e catarinense.

Maurício Renner acompanhou o II Seminário do GTISul em Bento Gonçalves a convite do GTISul.