FINTECH

Oi e Conta Zap criam carteira digital

04/05/2020 10:30

Solução, que funciona via WhatsApp, está sendo utilizada em ação social relacionada à pandemia.

Segurança deve ficar garantida com o uso da tecnologia blockchain. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Oi e a Conta Zap, fintech de meios de pagamento, desenvolveram uma plataforma digital para operações financeiras baseada no WhatsApp com a utilização de um chatbot.

Segundo o site Mobile Time, a solução pode ser utilizada no pagamento de boletos, contas de água e luz, compras em comerciantes cadastrados e recargas de celular de qualquer operadora. 

A segurança na transação de dados deve ficar garantida com o uso da tecnologia blockchain e, para a realização do cadastro, basta ter uma conta no Whatsapp. Clientes de qualquer prestadora podem utilizar o serviço. 

Por enquanto, a carteira digital está sendo utilizada em uma ação social relacionada à pandemia do novo coronavírus. Cerca de 2 mil famílias de baixa renda em Maceió receberam um auxílio emergencial de R$ 200 concedido através da plataforma.

A iniciativa é encabeçada pelo movimento Zap do Bem, organizado por um grupo de empresários para realização de ações durante a pandemia. 

Outras companhias, como a BDO Brasil, de auditoria e consultoria, e a Gerum, de empréstimo pessoal, também apoiam o projeto.

Ainda de acordo com a publicação, a operadora e a Conta Zap já contavam com o memorando de entendimento (MoU) para lançamento futuro de uma plataforma de carteiras digitais.

Diante dos efeitos da pandemia na economia, as duas empresas resolveram se adiantar e disponibilizar a plataforma para a ação social.

Fundada em 2018 em São Paulo, a Conta Zap afirma ter de uma carteira de mais de 450 mil contas cadastradas. 

Esse modelo de carteira digital já está consolidado em mercados como China e Índia e, no Brasil, a operação também estaria de acordo com procedimentos definidos pelo Banco Central.

O momento parece ser de aproximação entre fintechs e operadoras de telecom. 

Recentemente, a TIM e o C6 Bank fecharam um acordo pelo qual vão fazer ofertas combinadas de serviços bancários digitais e de telecomunicações aos clientes.

O acordo prevê a possibilidade de explorar sinergias de canais de venda e de pagamento para distribuir ofertas e reduzir custos. As empresas pretendem aumentar suas bases de usuários e aumentar a fidelidade deles.

Dependendo da evolução dos resultados, a operadora poderá se tornar acionista minoritária do C6 em um mecanismo de remuneração baseado em objetivos.

Veja também

UNIÃO
TIM e C6 terão oferta conjunta

Fintech e operadora fazem um acordo inédito no mercado brasileiro.

IDEIAS
Infraestrutura de TI como plataforma para inovação

O alicerce da empresa pode ajudar na transformação do negócio a partir do tipo de contratação.

NUVEM
TIM Brasil fecha acordo com Google Cloud

Operadora usará serviços de big data, analytics e machine learning da gigante americana.

CONSUMO
Oi inaugura fazenda de energia solar

Redução de custos com programa de eficiência pode chegar a R$ 400 milhões por ano.

SOLUÇÃO
Gemelo pronta para fazer UTIs

Companhia de data center modular quer ser parte da resposta ao coronavírus.

CONEXÃO
Oi expande fibra ótica no Sul e Centro-Oeste

Serviços de internet, TV por assinatura e telefonia fixa chegaram a oito novas cidades.

SAÚDE
Diretoria da Oi testa negativo para Covid-19

Grupo fez quarentena preventiva após ter contato com executivo estrangeiro infectado.

CORONAVÍRUS
Salesforce cancela evento em São Paulo

Previsto para acontecer no dia 8 de abril, Basecamp deve ser remarcado.

BRASIL
Coronavírus chegou. Setor de TI vai fazer algo?

Casos devem ter crescimento exponencial. Ainda não se veem medidas das empresas.

NOVATAS
Sebrae anuncia 50 selecionadas do Startup SC

O grupo compreende desde agritechs até empresas focadas em saúde.