Victor Graeff vai ter sinal 3G da Claro na praça? Foto: flickr.com/photos/tiagopadua

A Claro ampliou sua cobertura 3G para mais 12 cidades na região Sul do Brasil.

Por estado, são três no Paraná, três em Santa Catarina e seis no Rio Grande do Sul, com uma população somada de 275 mil pessoas, somente com os novos municípios cobertos pela operadora, que é a segunda maior da região, com 24,27% de participação.

Até março desse ano, a operadora cobria 198 municípios na região, sendo 43 paranaenses, 31 catarinenses e 124 gaúchos. Agora, a empresa chega a 210 cidades.

Feitas nos últimos três meses, as adições, no Brasil, chegaram a 91 novas localidades – e a mais de 3 milhões de clientes cobertos pela rede, agora em 3G Max, que permite atingir 3Mbps.

Com isso, a Claro soma 983 municípios com esta tecnologia, e segue como a segunda maior cobertura com a tecnologia no Brasil. De acordo com dados da consultoria Teleco, a Claro chega a 65,9% da população brasileira com o seu sinal.

A líder, Vivo, chega hoje a 2.831 cidades (84,6% da população). A terceira colocada, TIM, tem 517 cidades cobertas (58,5%). A Oi, chega a 320 municípios (50,5%).

O investimento feito para as novas instalações na região Sul não foi divulgado pela operadora. Nacionalmente, porém, o orçamento da Claro destinou R$ 3,5 bilhões a novas ações neste ano.

As cidades recém-contempladas no Sul são: Rio Negro, Ibiporã e Medianeira, no Paraná; São Francisco do Sul, Massaranduba e Concórdia, em Santa Catarina, e Três Cachoeiras, Brochier, Cerro Branco, São Valentim, Victor Graeff e São José do Herval, no Rio Grande do Sul.