PAGAMENTOS

Fitcard migra para AWS com Dedalus

04/07/2022 16:21

Até então, a empresa usava servidores físicos para o seu banco de dados.

Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Fitcard, paulista especializada em soluções de pagamento, migrou para a cloud da Amazon Web Services (AWS) com a Dedalus, uma das maiores empresas de computação em nuvem do Brasil.

Anteriormente, a Fitcard usava servidores físicos para o seu banco de dados e a migração foi realizada em três passos: alocação apenas da aplicação, conexão com o banco de dados e ida para a nuvem.

“Particularmente neste projeto, tivemos a oportunidade de atuar como uma consultoria. Houve uma troca de conhecimento muito importante entre as equipes técnicas das duas empresas, o que nos dá a certeza de que contribuímos para que a Fitcard esteja preparada para uma operação em nuvem”, conta Eduardo Junqueira, gerente de projetos na Dedalus.

Segundo a companhia, em seis meses já foi possível aumentar o foco e produtividade da equipe em assuntos pertinentes à codificação e otimização das aplicações em nível de engenharia e software.

“Além do projeto de migração e adaptação de toda a infraestrutura anterior para a nuvem, contemplando desde o planejamento à execução, também escolhemos a Dedalus para realizar toda a gestão dos ambientes contratados de produção, dos serviços de DNS e de SMTP”, acrescenta Guilherme Devezas, gerente de tecnologia da Fitcard.

Agora, a empresa tem como objetivo consolidar a infraestrutura e as aplicações com cada vez mais qualidade, disponibilidade e segurança, além de potencializar seus parceiros nos atuais segmentos e em novos negócios por meio da tecnologia.

Como próximos passos, a ideia é contemplar a continuidade na construção de uma infraestrutura otimizada para a operação da Fitcard, sempre agregando novos recursos e novas ferramentas disponibilizadas pela AWS.

Desde 2011, a AWS tem uma região de nuvem no estado de São Paulo, o que inclui uma infraestrutura com vários data centers (dos quais a companhia não revela a localização) e mais de 200 serviços ofertados.

Raramente a empresa compartilha alguma informação que permita ter uma ideia mais exata do tamanho dessa infraestrutura no Brasil. Em 2020, anunciou o investimento de R$ 1 bilhão para expansão nos dois anos seguintes.

Com milhões de clientes, a AWS possui mais de 200 serviços e 84 zonas de disponibilidade em 26 regiões geográficas, com planos anunciados para mais 24 zonas de disponibilidade e mais oito regiões na Austrália, Canadá, Índia, Israel, Nova Zelândia, Espanha, Suíça e Emirados Árabes Unidos.

Fundada em 2009, a Dedalus tem por carro chefe a intermediação e gestão de contratação de nuvens públicas como AWS, Google e Microsoft, a figura conhecida como "broker". A empresa fechou 2021 com um faturamento de R$ 320 milhões, alta de 52% frente aos resultados do ano anterior.

Já a Fitcard foi fundada em 2011 em Campinas, São Paulo, e oferece tecnologia em soluções de pagamentos através das máquinas de cartão POS, sistemas on-line, módulos integrados com os clientes e Transferência Eletrônica de Fundos (TEF).

Hoje a empresa conta com uma rede com mais de 55 mil estabelecimentos credenciados em todo o território nacional.

Veja também

TIME
Sinqia traz ex-Google Cloud para VP

João Carlos Bolonha foi diretor do Google Cloud para América Latina.

MAR
Camorim migra para nuvem da Microsoft

SOU.Cloud leva empresa aos poucos para o mundo do cloud computing.

CONTRATAÇÃO
Ex-AWS é novo CTO da Mambu

Fernando Zandona irá liderar o desenvolvimento das capacidades técnicas da empresa.

PRATELEIRAS
DMA amplia serviços da Sonda

Varejista mineira acrescenta mais nuvem em um contrato que já era grande.

INCENTIVO
EMBRAPII e BNDES: R$ 50 mi para TIC

Investimento vai para soluções digitais de agro, saúde, cidades inteligentes e indústria 4.0, além do 5G.

PRÊMIO
TD SYNNEX Brasil é parceira do ano da Microsoft

Operacão brasileira da gigante de distribuição é destaque.