VAREJO

Reserva vende por WhatsApp com Suiteshare

04/08/2020 07:15

Na contramão dos chatbots, ferramenta conecta clientes com vendedores das lojas físicas.

Marca carioca é especializada em moda masculina. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Reserva, marca de roupas voltada para o público masculino, adotou a Suiteshare, ferramenta porto alegrense de vendas por WhatsApp, para colocar seus 500 vendedores em contato com os clientes.

Com muitas lojas fechadas por conta da pandemia, a marca tem realizado 35% das vendas através do aplicativo de mensagens.

Na ferramenta, disponível das 10h às 21h no site da empresa, o usuário seleciona o estado, a cidade e recebe a lista de lojas daquela localidade. Ao escolher a unidade com a qual quer começar a conversa, o cliente é direcionado para o WhatsApp.

“A ferramenta criou uma espécie de ramal telefônico do WhatsApp, dando ao cliente a opção de conversar por loja ou regional, quando precisar de ajuda para escolher suas roupas ou presentes”, explica Rony Meisler, CEO da Reserva.

Segundo a Suiteshare, as grandes empresas têm estruturado canais de vendas no WhatsApp desde agosto de 2019. Agora a companhia está se especializando no segmento de varejo, principalmente com empresas que possuem franquias.

"Agora é a hora de permitir que o vendedor fique mais próximo do cliente, mesmo à distância. Ou seja, pessoas gostam de falar com pessoas e a melhor experiência é uma negociação direta no WhatsApp livre de chatbots, robôs ou automatizações que afastam o comprador", acredita Marcelo Wagner, cofundador e diretor de marketing na Suiteshare.

O WhatsApp está presente em 97% dos smartphones brasileiros e, de acordo com a pesquisa da consultoria Kantar, o uso da plataforma cresceu 50% durante a crise da Covid-19 e o Brasil foi o país onde ela registrou maior crescimento.

Outro estudo, desenvolvido pela consultoria global Ernst & Young em parceria com a Veja, apontou que o novo normal no consumo será visitar menos as lojas físicas, gastar menos com produtos não essenciais e encomendar mais itens via lojas on-line.

A Suiteshare foi fundada em 2017 e, somente durante a pandemia, R$ 60 milhões em negócios já passaram pela ferramenta. Até o final de ano, a empresa projeta atingir o número de R$ 200 milhões.

Entre os seus clientes, estão marcas como Via Varejo, Magazine Luiza, B2W, Hering, VANS, Lupo, Lacoste, Natura, Pernambucanas, Aramis, Mary Kay, Óticas Carol, Chocolates Brasil Cacau, Santa Lolla e Bauducco.

Fundada em 2006 no Rio de Janeiro, a Reserva conta com 70 lojas próprias e 22 franquias, além de estar presente em 1,4 mil multimarcas.

Veja também

VENDAS
Zenvia anuncia aquisição da Sirena

Startup argentina com base em São Francisco, nos Estados Unidos, é dona de um CRM para WhatsApp.

VIDA DIGITAL
Tecnologia e humanização: do embate ao equilíbrio

Paulo Palaia, CIO da GOL Linhas Aéreas, fala da experiência do GOLLabs, o laboratório de ideias tecnológicas da companhia.

VENDAS
Inquisa gerencia equipe comercial com MáximaTech

Após um ano de uso da nova solução, produtividade dos promotores aumentou em 40%.

VAREJO
Ancar Ivanhoe: vendas por mensagem com JET

Administradora de shoppings está oferecendo plataforma para seus lojistas seguirem com os negócios.

TELECOM
Claro: incentivo para entrar no Banco PAN

Empresa vai dar 600 Mb de internet móvel para clientes do pré-pago que abrirem conta digital na instituição.

AI
Conta Zap migra assistente virtual para Watson

Fintech quer aprimorar Zapelino e deve concluir implementação com a IBM Garage no próximo mês.

CHATBOT
GOL lança check-in por WhatsApp

Companhia aérea reforça que os passageiros usem recursos on-line para evitar aglomerações.

ATENDIMENTO
Coca-Cola tem chatbot no Google com Take

O Business Messages, nova solução da empresa de buscas, permite a integração de API e uso de bots.

PME
Fazenda Cubo tem chatbot com Wavy

Empresa está utilizando a tecnologia para vender seus produtos via WhatsApp.

NÃO AUTORIZADO
Banco Central suspende pagamento por WhatsApp

Mastercard e Visa, as duas bandeiras de cartões do projeto, foram notificadas.