Delfino Natal de Souza. Foto: divulgação

A Capgemini contratou Delfino Natal de Souza como vice-presidente para o Setor Público.

O executivo tem mais de 30 anos de mercado e já foi integrante da TI do Ministério da Fazenda e secretário de Logística e TI do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, além de atuar em instituições como Itaú e CEF.

Souza é engenheiro químico formado pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI), de São Bernardo do Campo, e pós-graduado em Gerência e Análise de Sistemas, com especialização em Administração de Empresas e Interoperabilidade e Governo Eletrônico.

No novo posto, ele tem como meta aumentar a oferta de serviços de aplicações e infraestrutura da companhia junto ao setor público no país.

"O objetivo é promover o intercâmbio entre os órgãos de governo e empresas estatais brasileiras com entidades governamentais que são clientes do Grupo Capgemini em outros países”, comenta o novo VP. “A expectativa é estimular a inovação do setor, uma vez que o Brasil tem se destacado em diversas áreas de governo eletrônico, como Imposto de Renda e eleições, com alto índice de informatização”, completa.

A Capgemini emprega mais de 125 mil profissionais em 44 países, e em 2012 reportou receita global de € 10,3 bilhões.

Em 2010, o Grupo Capgemini adquiriu a brasileira CPM Braxis, e no fim de 2012 a então CPM Braxis Capgemini teve a marca mudada para Capgemini.

Hoje, a corporação emprega 7,8 mil pessoas e atende a mais de 200 clientes no país.