Foto: Pexels.

A Petlove, e-commerce de produtos para animais de estimação, anunciou a aquisição da Vetus, empresa especializada em sistema de gestão para petshops, clínicas e hospitais veterinários.

O valor e os termos da transação não foram divulgados pela empresa.

Criada em 2012 por João Paulo Cruz, CEO da empresa, a Vetus nasceu com o nome Teracruz e o objetivo de oferecer sistemas em nuvem para pequenas e médias empresas. Em 2019, a startup ganhou o nome atual, tornando-se especializada em ERP para o segmento veterinário. 

Seu sistema fornece ferramentas para a gestão de negócio, como estoque, pagamentos e questões fiscais, assim como todo o gerenciamento dos atendimentos veterinários e o histórico clínico do pet, para que o profissional foque atenções em seu core business. 

A aquisição da Vetus acontece poucos meses depois a Petlove receber um aporte de R$ 250 milhões do banco japonês Softbank.

Segundo a empresa, a chegada do software de gestão vai consolidar uma série de serviços e features que a companhia tem criado com o objetivo de se tornar o maior destino de todos os participantes da cadeia do mercado pet.

"A Vetus vai conectar três importantes linhas de atuação da companhia hoje: o projeto omnichannel, o nosso marketplace de serviços e os médicos veterinários, clínicas e hospitais parceiros da empresa via Vet Smart", conta Gustavo Diament, Chief Revenue Officer da Petlove.

O Vet Smart é um aplicativo adquirido pela Petlove no ano passado. Ele é oferece soluções e informações sobre o mercado para estudantes e médicos veterinários gratuitamente, sendo usado por cerca 90% de todos os profissionais do país, que acessam a plataforma pelo menos 20 vezes todos os meses. 

"No mês em que completamos um ano com o Vet Smart como parte do nosso grupo, anunciamos a aquisição da Vetus, que vai possibilitar que revolucionemos o omnichannel do mercado pet no Brasil - um dos três maiores do mundo", afirma Marcio Waldman, fundador e CEO da Petlove.

Com a transação, a Petlove deve ganhar escala e capilaridade, incrementando a base de dados e oferecendo o software a parceiros da empresa. 

A expectativa é que, em seis meses, mais de 10 mil estabelecimentos e profissionais parceiros do Vet Smart já tenham aderido à Vetus. Além disso, a empresa projeta que o volume bruto de mercadorias (GMV) do Vetus, como parte do grupo, seja de R$ 4 bilhões até 2024.

"Estou muito feliz em poder estar com a Petlove nessa missão de oferecer o melhor a profissionais do universo veterinário, com um software de gestão que vai beneficiar essa ponta da cadeia", afirma João Paulo Cruz, fundador e CEO da Vetus.

Segundo dados da Euromonitor, o mercado pet brasileiro faturou R$ 24 bilhões em 2019. 

Fundada em 1999 pelo médico veterinário Marcio Waldman, a Petlove só viu seu faturamento ganhar tração a partir de 2010, com geração positiva de caixa começando somente em 2017.

Hoje a empresa tem como investidores Softbank, L Catterton, Tarpon e a Monashees.

Com entregas para todo país, seu e-commerce tem um portfólio de mais de 15 mil itens, incluindo marcas próprias, e acumula 230 mil assinaturas ativas no serviço de assinatura de produtos pet e atendimento on-line com veterinários.