Acionamento acidental de extintores causou falha. Foto: Pixabay.

Uma falha no sistema de extintores de incêndio deixou a nuvem Azure da Microsoft fora do ar por sete horas em parte da Europa no final de setembro.

Segundo relata o site The Register, máquinas virtuais, serviços de cloud, backup, Azure Cache, Azure Monitor, Azure Functions e uma série de outras funcionalidades foram afetadas no dia 29 de setembro.

Os problemas foram causados por funcionários executando uma manutenção de rotina no sistema de extintores de incêndio, que acabou sendo acionado acidentalmente.

A entrada em funcionamento desse sistema, que usa gás, ativa por tabela o desligamento do ar condicionado, para evitar que o fogo se espalhe pelos condutos. Sem ar, algumas máquinas desligaram ou se reiniciaram, fazendo cair uma “storage scale unit”.

De acordo com nota técnica da Microsoft, o ar voltou em 35 minutos, mas alguns dos servidores e sistemas de storage que superaqueceram demoraram mais para voltar ao ar, fazendo com que máquinas virtuais fossem desligadas para evitar problemas com os dados.

O trabalho de manutenção nos sistemas de extinção de incêndios está suspenso enquanto a Microsoft avalia o que deu errado.