A Prefeitura de São Paulo e a IBM vão apoiar startups de saúde. Foto: Eduardo Ogata/SECOM.

A Prefeitura de São Paulo e a IBM anunciaram hoje um acordo focado em desenvolver soluções tecnológicas para o setor de saúde na cidade de São Paulo nos próximos 3 anos. 

O programa 100% Saúde poderá apoiar até 300 startups selecionadas para resolver problemas atuais do sistema de saúde da cidade.

"Nosso objetivo é apoiar projetos que nos ajudem a alavancar o setor de saúde no município, o que pode dar mais agilidade ao serviço e diminuir as filas", afirma o prefeito João Doria.

Cada startup selecionada poderá receber créditos equivalentes a US$ 1 mil por mês por um período de um ano para o uso de aplicações de serviço na plataforma IBM Cloud, como parte do Global Entrepreneur Program (GEP), programa global de empreendedorismo da IBM. 

Esse valor só será usado por empresas que se juntarem ao programa e usarem o serviço. 

O total de créditos fornecidos pela empresa nos próximos três anos pode representar mais de R$ 12 milhões. 

"A IBM celebra o seu centenário no Brasil este ano com uma história de contribuições para o progresso da nossa sociedade. Este projeto une a experiência global da empresa com nossas capacidades inovadoras locais para uma necessidade pública da cidade e seus cidadãos. Esperamos que os resultados deste programa impulsionem novas mudanças e progressos no nosso ecossistema de saúde", afirma Marcelo Porto, presidente da IBM Brasil.

A parceria da empresa pode incluir o apoio de técnicos, profissionais de consultoria e licenciamento de acordo com os critérios do GEP. 

A SP Negócios e a empresa também poderão vir a definir em conjunto atividades para estimular o uso da tecnologia, desenvolvimento de aplicações, protótipos e ideias que possam trazer um impacto positivo na área da saúde. 

Os interessados em participar da primeira etapa devem encaminhar um e-mail para projetosaude@spnegocios.com, até o dia 31 de outubro, manifestando interesse pelo programa. 

Para se candidatar, as startups devem ter receitas anuais que não excedam R$ 3,6 milhões.

"A importância desta parceria com a IBM é que temos a oportunidade de criar um programa piloto que possa ser replicado por outras prefeituras no Brasil", explica o presidente da SP Negócios, Juan Quirós. 

A instituição será responsável por selecionar as startups candidatas a participarem do programa. A SP Negócios é uma empresa ligada à Secretaria Municipal da Fazenda, que visa promover investimentos, negócios e exportações para a cidade de São Paulo.

O acordo com a IBM não é o primeiro da prefeitura de São Paulo com uma empresa de tecnologia. Em setembro, o governo anunciou um programa de capacitação voltado para estudantes da rede pública em parceria com a SAP Brasil.

O projeto, batizado de Latin Code Week, vai capacitar 400 jovens com idade entre 16 e 25 anos. O currículo será dividido entre aprendizado técnico, voltado para a plataforma SAP Build, e preparação para o mercado de trabalho, com lições de design thinking e comunicação.