Maurício Vergani, diretor da unidade de negócios B2B da Oi. Foto: Divulgação.

A Oi lançou uma solução focada no segmento de home office. O Oi Smart Office oferece controle de jornada e produtividade do colaborador em trabalho remoto, inclusive com uso de biometria, atendendo o estabelecido na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). 

A solução inclui conectividade à internet e também oferece conexão segura entre o ambiente residencial e a rede corporativa, comunicação unificada (chat, voz, vídeo, conferência e compartilhamento de documentos) e aplicações corporativas em cloud como e-mail e sharepoint. 

O serviço Oi Smart Office conta com atendimento unificado e integrado e custa R$ 370 por mês. A expectativa da companhia é ter 60 mil usuários no serviço em até 18 meses, de acordo com o Convergência Digital.

A ferramenta da Oi pode ajudar as empresas no controle dos horários dos colaboradores que estão longe da sede da companhia. Este cuidado se tornou mais importante em 2011, quando foi sancionada uma lei sobre a necessidade de pagar hora extra para funcionários que receberem ligações, mensagens no celular corporativo e e-mails fora da jornada de trabalho.

Segundo a consultoria Top Employers Institute, 14% das empresas brasileiras têm programas formais de home office, modelo que vem crescendo no país. De 2013 para 2014, a gestão do trabalho remoto cresceu cerca de 130%, segundo a consultoria. 

“O Oi Smart Office é mais um grande lançamento da companhia com foco na estratégia de crescer em serviços de dados, cloud e TI”, afirma Maurício Vergani, diretor da unidade de negócios B2B da Oi.

No segundo trimestre desse ano, as ofertas de data center, cloud e TI da companhia para o setor corporativo apresentaram um crescimento de 22% em relação ao mesmo período do ano passado.