O PaimLab é o primeiro laboratório de uma agência de comunicação a se instalar no Tecnopuc. Foto: Divulgação.

A Paim abriu um novo ambiente de experimentação dentro do Parque Científico e Tecnológico da PUC-RS (Tecnopuc), em Porto Alegre. O PaimLab é o primeiro laboratório de uma agência de comunicação a se instalar no local. 

Por enquanto, dois projetos serão desenvolvidos no PaimLab. O primeiro será um trabalho em conjunto com o Laboratório de Pesquisa em Mobilidade e Convergência Midiática da Faculdade de Comunicação Social da PUCRS (Ubilab). 

A ideia é identificar contextos de propaganda e produção de conteúdo, a fim de traçar o futuro da "comunicação onipresente" na publicidade. Para a Paim, um dos objetivos do projeto é melhorar sua percepção de inovação da tecnologia. 

“Estamos muito animados em, junto com o Ubilab, entender como os wearables redefinem a maneira como as marcas impactam os usuários”, afirma Kim Gesswein, gerente de conexões e estratégias digitais da Paim.  

O segundo projeto, chamado de Digital60+, tem foco em grupos de terceira idade e busca entender e gerar insights sobre como a geração se relaciona com o mundo digital e seus gadgets e ferramentas. 

O resultado do estudo será documentado em um relatório comportamental disponibilizado ao mercado.

“A ideia é gerar um conteúdo interessante sobre comportamento em ambiente digital, sem o compromisso de comercialização”, finaliza Rodrigo. 

A ideia de fundar o PaimLab surgiu após uma imersão de colaboradores da empresa no Vale do Silício, em 2014, que conheceram a relação entre empresas e a Universidade de Stanford. 

“Queremos experimentar, aprender e estar em movimento, fazendo parte desse ecossistema de colaboração”, afirma Rodrigo Pinto, vice-presidente da Paim. 

Projetado para ser também um espaço alternativo aos colaboradores da agência, o PaimLab, segundo a empresa, é uma forma de repensar o atual modelo de trabalho. De acordo com Pinto, o retorno se dá em expertise, ganhos em qualidade criativa e estratégica para a Paim. 

“Às vezes, sentimos a necessidade de tirar o time do dia a dia para inserção em outro ambiente, com novas pessoas e paisagem: uma mudança de ecossistema”, completa. 

Uma das intenções da Paim é desafiar seus funcionários a participar do novo ambiente, atuando com o conceito de multidisciplinaridade. A empresa espera que a troca entre diversas áreas do conhecimento, como engenharia, computação, comunicação e antropologia, possibilitem formas mais colaborativas de desenvolvimento de ideias.

No Tecnopuc, que conta hoje com mais de 120 operações nacionais e internacionais, a agência estará próxima de grandes companhias - como Microsoft, Apple, Dell e HP- além da Raiar, incubadora de empresas que atualmente abriga 24 startups dentro do parque. 

Fundada em 1991, a Paim atende a clientes como Renner, RBS TV, Camicado, Polar, Toyota e TIM.