Baguete
InícioNotícias> Ex-Vonpar é CIO da Stihl

Tamanho da fonte:-A+A

CARREIRA

Ex-Vonpar é CIO da Stihl

Júlia Merker
// segunda, 04/12/2017 12:58

Ricardo Nizoli acaba de assumir o cargo de gerente de TI da Stihl. Nos últimos 9 anos, o executivo atuou na Vonpar, onde também foi CIO.

Ricardo Nizoli, gerente de TI da Stihl. Foto: Baguete.

Antes de assumir a gerência de TI da Vonpar, atuou por quase dois anos como coordenador de desenvolvimento de aplicações.

Em 2014, Nizoli recebeu o prêmio CIO Destaque durante o CIO Executive Day RS. Ele foi escolhido pelos executivos presentes no evento. O objetivo da premiação é reconhecer profissionais que desenvolvem trabalhos que são considerados referência na área de TI.

O cargo na Stihl estava vago desde julho, quando Marcelo Miltzman deixou a companhia. A multinacional alemã de motosserras e outras ferramentas motorizadas tem uma fábrica no Brasil em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre.

Em maio, a Stihl inaugurou um novo data center construído pela Aceco TI. A construção, que durou 150 dias, buscou aprimorar as operações e ajudar a companhia a entrar nos parâmetros de redundância e garantir maior disponibilidade. A nova infraestrutura é certificada em nível Tier III.

Localizado na fábrica de São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre, o data center anterior da Stihl, por não ser modular, não permitia que a infraestrutura de TI fosse ampliada. 

Adicionalmente, contava com equipamentos sem redundância do sistema e de baixa disponibilidade, que não eram projetados de forma integrada. Com isso, a empresa contava com um histórico de paradas não programadas.

Ao todo, o data center implantado tem 40m², dentro de uma área total construída de aproximadamente 100m², com 54m² de área de gerador e capacidade de cerca de 15 a 20 racks de processamento. 

No Brasil, a Stihl está localizada em São Leopoldo, onde trabalham aproximadamente 2,3 mil colaboradores. A matriz do grupo fica na cidade de Waiblingen, na Alemanha. 

Em setembro, a companhia anunciou que investirá R$ 300 milhões entre 2018 e 2020 na fábrica localizada no Rio Grande do Sul. O valor será destinado para as áreas de inovação, pesquisa e desenvolvimento, expansão das linhas de produção, automação industrial, tecnologia e novos prédios.

A empresa pretende destinar 30% dos investimentos anunciados à construção de um novo prédio de desenvolvimento. Também será construído um segundo prédio para linha de produção de motores, com conceito de indústria limpa.

O objetivo da Stihl é impulsionar a digitalização, a otimização e a automatização dos processos, no conceito de indústria 4.0.

Júlia Merker