Foto: Leonardo Rodrigues/ divulgação Votorantim Cimentos.

A Votorantim Cimentos, empresa do setor de materiais de construção, utiliza as soluções da Gupy, startup de recrutamento, seleção e admissão via inteligência artificial, para realizar seus processos seletivos.

Através da Gaia, inteligência artificial da Gupy, a empresa se baseia exclusivamente em características e fatores objetivos para calcular o score de aderência do candidato à vaga. Entre eles, estão missão, valores, capacidades técnicas, qualificação profissional e habilidades. 

Outras informações que não afetam diretamente o desempenho no mercado de trabalho, como orientação sexual, raça, cor, gênero, religião e local de origem, não são utilizadas na plataforma.

Na questão do gênero, por exemplo, a plataforma é capaz de diminuir vieses pelo design da tecnologia, pois analisa as palavras pelo seu radical, como exemplo: engenheir-, gestor-, enfermeir-, operador- de caixa.

Assim, o recrutador recebe os candidatos melhores colocados nos quesitos mais importantes da vaga, sendo eles homens ou mulheres. 

A partir desta neutralidade proposta para seus clientes, a Gupy registrou mais de 16,2 mil mulheres e 16 mil homens contratados entre maio e setembro deste ano.

Em um dos processos seletivos, a Votorantim realizou o seu primeiro programa de estágio exclusivo para mulheres, com o objetivo de ampliar a presença feminina nas operações de suas fábricas.

O programa selecionou 20 estudantes de cursos técnicos com formação prevista após junho de 2020. Elas estão atuando nas áreas de manutenção, produção, mineração, qualidade e processos nas unidades da empresa localizadas em nove estados e no Distrito Federal. 

“Nosso compromisso é utilizar a tecnologia a serviço da equidade para que assim possamos promover reflexões e comportamentos mais justos, mudando o padrão de recrutamento, seleção e contratação no país”, afirma Mariana Dias, CEO e cofundadora da Gupy.

Segundo pesquisa da McKinsey, na maior parte dos países pesquisados, mais de 90% das empresas possuem um quadro de colaboradores que não reflete a composição demográfica do mercado de trabalho ou da população do país.

A Gupy também lançou um novo teste de perfil comportamental, que vai auxiliar os recrutadores na avaliação dos profissionais por fatores comportamentais, mentalidade de crescimento e nível de perseverança. 

Eles terão acesso a uma nova interface com arquitetura de informações que, de acordo com a startup, facilita a análise dos candidatos. Por fim, poderão avaliar candidatos em grupos funcionais, como tecnologia, vendas, marketing e estruturais, como alta liderança e média liderança, por exemplo.

Já para os candidatos, o novo teste contará com um feedback exclusivo com o resultado contendo informações como pontos fortes e habilidades que podem ser melhor desenvolvidas. 

Fundada em 2015, a Gupy já teve mais de 40 milhões de aplicações em vagas pela plataforma, prometendo contratações 60% mais rápidas. Entre seus clientes, estão empresas como Ambev, GPA, Sicredi, Vivo, Cielo e Renner.

Só em 2020, a startup realizou processos seletivos para mais de 176 mil vagas de emprego fechadas pela plataforma.

Fundada em 1933, a Votorantim Cimentos faz parte da Votorantim S.A. e está presente em 11 países, com quase 12 mil empregados. No Brasil, a empresa obteve uma receita líquida de R$ 6,8 bilhões em 2019, alta de 4% em relação ao ano anterior.

Além do cimento, a Votorantim S.A possui um portfólio com operações nos setores de metais e mineração, siderurgia, energia, suco de laranja e financeiro. A companhia está presente em 19 países, localizados em cinco continentes diferentes.