A fibra óptica foi responsável por 5,05% dos acessos fixos à banda larga em 2015. Foto: yienkeat/Shutterstock.

A fibra óptica foi responsável por apenas 5,05% dos acessos fixos à banda larga em 2015, de acordo com dados da Anatel. 

Segundo publicação do Convergência Digital, os acessos via xDSL seguem sendo a grande maioria, o que impõem uma maior parte de conexões entre 2 Mbps a 12 Mbps. 

Em 2015, a tecnologia que mais teve alta nos acessos foi o cabo, com 9,19% de crescimento. O meio fechou o ano com 8,283 milhões de acessos. Já LTE fixo apresentou 303,7 mil acessos, especialmente pela atuação da Sky nesse mercado.

As conexões xDSL representaram 51,83% do market share nacional, ou 13.256.051 milhões de acessos ativos. Ao final de 2015, a banda larga fixa contava com 25,57 milhões de acessos. 

No ranking nacional, o Grupo América Móvil - Claro, Embratel e NET - ficou na primeira colocação com 8,110 milhões de acessos, e 31,71% de market share. 

Com a incorporação da GVT, a Telefônica superou a Oi na segunda posição e fechou 2015 com 7,396 milhões de conexões, e um market share de 28,92%. A Oi caiu para a terceira posição e fechou o ano com 6,371 milhões de conexões, ou 24,92%. 

Os provedores SCM aumentam sua participação e chegam a 9,08% do mercado, ou 2,323 milhões de acessos ativos.