Baguete
InícioNotícias> FEI atualiza data center com VMware

Tamanho da fonte:-A+A

INFRAESTRUTURA

FEI atualiza data center com VMware

Júlia Merker
// segunda, 05/02/2018 13:20

O Centro Universitário FEI (Fundação Educacional Inaciana) atualizou seu data center a partir da migração para a tecnologia de virtualização para VMware e adoção da solução de hiperconvergência.

O Centro Universitário FEI já formou mais de 50 mil profissionais. Foto: Divulgação.

“Estávamos com uma solução já defasada, sem a visibilidade adequada da rede, dos servidores, dos nossos recursos. Havia a necessidade de melhorar o panorama de gerenciamento e também de oferecer mais desempenho para o usuário final. Além disso, tínhamos um problema com a solução de backup e precisávamos melhorar a produtividade da equipe de TI”, descreve Marcio Belotto, chefe de tecnologia e redes da Coordenadoria Geral de Informática da FEI.

Para o projeto, a universidade contou com a distribuidora Westcon e a integradora Added. O projeto foi implantado em setembro de 2017

A Added foi responsável por implementar as mudanças na FEI, que incluiram a migração para novos servidores e softwares da Veeam.

Belotto conta que, na primeira fase, com a adoção do vSphere, plataforma de virtualização de servidores da VMware, houve uma “sobra” de algo entre 40% e 45% do hardware físico com o ganho em processamento e compartilhamento de memória RAM.

Outros impactos importantes na segunda fase da modernização foram o aumento da tolerância às falhas de hardware, a implantação de uma interface única de gerenciamento e a redução do número de servidores – de 17 para cinco hosts físicos com a implementação da hiperconvergência vSAN da VMware.

Com isso, a execução dos backups passou de nove mil iops (entrada e saída por segundo) para 52 mil iops. Além disso, a janela de backup foi reduzida de quatro para duas horas e meia.

“Precisávamos ampliar a capacidade de nosso Storage de 25 terabytes para 60 terabytes. Estudamos soluções tradicionais de mercado e formas com menor complexidade. Em todos os casos, ficávamos muito amarrados a um fabricante de hardware específico. Foi aí que fizemos um teste com o vSAN e optamos pela solução, que disponibiliza capacidade de armazenamento de dados nos servidores padrões da indústria”, diz.

A empresa relata que houve ainda um ganho com os equipamentos legados. Foi possível montar um centro de recuperação de desastres, integrando as soluções da VMware e Veeam, no campus principal da FEI em São Bernardo do Campo, que conta com mais de 243 mil metros quadrados.

Fundada em 1941, a FEI já formou mais de 50 mil profissionais e é referência em cursos como Administração, Engenharia e Ciência da Computação.

Júlia Merker