Mauricio Minas. Foto: divulgação.

O Bradesco anunciou esta semana mudanças na estrutura de liderança em seu departamento de TI. O CTO Aurélio Conrado Boni deixará o cargo para assumir um posto no conselho de administração do banco, enquanto Maurício Minas passa a liderar a TI na empresa.

Minas antes ocupava a cadeira de vice-presidência de TI, canais digitais, relacionamento com clientes e marketing. O executivo terá ao seu lado Walkiria Schirrmeister Marquetti, diretora-adjunta de TI. A informação é da Computerworld.

Depois de passagens por empresas como CPM Braxis, Minas ingressou na instituição financeira há seis anos como diretor executivo. Além de seu cargo no banco, Minas ocupa a presidência da Scopus, empresa de tecnologia do Bradesco, que teve parte comprada pela IBM no ano passado.

Minas terá o desafio de manter o ritmo de crescimento emplacado por Boni no comando tecnológico do banco. Como CIO do Bradesco, Boni conquistou o troféu de IT Leader da categoria Finanças por três anos consecutivos. Ele respondia pelas estratégias de tecnologia do Bradesco desde 2012.

O Itaú, concorrente direto do Bradesco entre os bancos privados nacionais, também promoveu recentemente uma mudança na chefia de TI. Marcio Schettini assumiu no início de fevereiro a recém-criada Diretoria Geral de Tecnologia, Operações e Eficiência (DGTO) do Itaú Unibanco Holding.

A promoção foi parte de uma remodelação na administração do banco, que passa a ser feita por um comitê executivo composto por três diretores gerais e dois vice-presidentes.

Com as alterações, saiu do comitê executivo Alexandre de Barros, vice-presidente da área de Tecnologia, que deixou o posto e permanece no banco como consultor e assessor especial da DGTO.