Ray Lane está fora do conselho da HP. Foto: divulgação.

Ray Lane, presidente do Conselho de Administração da HP, anunciou a renúncia ao seu cargo nesta quinta-feira, 04.

Segundo destaca a Reuters, o executivo não conseguiu se manter por muito tempo no cargo, depois de entrar na linha de fogo por seu papel na malfadada aquisição da fabricante britânica de softwares Autonomy.

Ralph Whitworth, um dos diretores do conselho, assumirá o cargo interinamente e já adiantou aos investidores para que se prepararem para uma "evolução" do colegiado.

A compra da Autonomy, empresa de buscas corporativas e gerenciamento de conhecimento, um negócio de US$ 10,3 bilhões fechado em agosto de 2011, foi permeada de tumultos e críticas.

Durante o processo de fusão com a multinacional, a companhia inglesa se queixou da cultura burocrática e à interminável série de conferece calls e preenchimento de formulários.

Além disso, a HP demitiu o fundador da Autonomy, Mike Lynch, em meio a cortes de 27 mil funcionários da HP, quase 8% da força de trabalho.

Todos estes tumultos levaram investidores a desacreditar a compra bilionária, apontando um desperdício de dinheiro por parte da HP.