O Grupo Tigre firmou uma parceria com o StartSe para buscar startups. Foto: Divulgação.

O Grupo Tigre, que atua na fabricação de tubos e conexões e fornece soluções para o setor da construção civil, firmou uma parceria com o StartSe para buscar uma aproximação com startups. 

Com a parceria, a Tigre busca aumentar a velocidade do desenvolvimento de novos produtos, de processos mais eficazes e de soluções para sistemas que envolvam condução e tratamento de água, bem como os demais negócios da companhia.

O StartSe oferece diversos programas que conectam as empresas parceiras às startups instaladas no Vale do Silício, nos Estados Unidos. 

“A iniciativa trará um grande aprendizado para ambos os lados, com benefícios múltiplos. Há muito tempo sonhamos em colocar os pés e a cabeça no Vale do Silício. O Silicon Valley Spot viabiliza este desejo”, avalia Luis Roberto Wenzel Ferreira, diretor de marketing, vendas e inovação do Grupo Tigre.

Em parceria, as empresa vão identificar projetos relacionados ao planejamento estratégico da Tigre para buscar uma aproximação. 

"As empresas brasileiras não podem esperar a inovação chegar no Brasil para, então, se posicionarem, elas precisam se antecipar aos movimentos e buscar a inovação na fonte. Hoje a maior e melhor fonte é o Vale do Silício. Estamos muito felizes em ter a Tigre como a primeira parceira do Silicon Valley Spot, criando essa conexão direta com o Vale através do StartSe", afirma Felipe Leal, Head StartSe Corporate.

O Grupo Tigre está presente em cerca de 40 países e possui aproximadamente 7 mil funcionários. A empresa tem onze plantas no Brasil e doze no exterior. 

Além de tubos e conexões, também fazem parte do portfólio as marcas Claris Tigre (esquadrias de PVC), Tigre Ferramentas para Pintura, Fabrimar (Metais sanitários) e Tigre-ADS (tubulações de PEAD para saneamento e drenagem).