CHANCE

Serpro vai contratar 165 temporários

05/04/2021 11:33

Maioria das vagas é para analistas de sistemas. Salário base é de R$ 7.620,37.

Contratos no Serpro são para um ano, prorrogável por outro. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Serpro está com inscrições abertas para um concurso público com 165 vagas temporárias para Brasília, São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro com remuneração de R$ 7.620,37 mais benefícios.

A maioria das vagas (147) é para analistas de Desenvolvimento de Sistemas. As 18 restantes são para analistas com especialização em Ciência de Dados. 

Entre as cidades, a que mais tem oportunidades é Brasília, com 87, mais da metade do disponível. Um pouco mais de um quarto das vagas será reservada para cotas, com 22% para candidatos negros e 6% para portadores de defiência.

As inscrições iniciam no dia 7 de abril e seguem até o dia 26. A previsão é que as provas sejam aplicadas no dia 6 de junho, podendo haver alteração, conforme os protocolos de segurança contra a Covid-19.

A remuneração é de R$ 7.620,37 (salário nominal + gratificação) para uma jornada de 40 horas. Além disso, a empresa oferece benefícios como auxílio-creche, no valor de R$ 382,68, auxílio a filho com deficiência, no valor de R$ 1.150,70, planos de saúde, odontológico e de previdência complementar e auxílio-transporte. 

O contrato de trabalho será por prazo determinado, com duração de um ano, prorrogável por igual período.

Poderão inscrever-se no concurso público graduados nas áreas de Tecnologia da Informação ou em qualquer área de formação, acrescido de curso de pós-graduação nas áreas de tecnologia da informação ou ciência de dados, quando se aplique.

O prazo de validade do concurso, para efeito de contratação de aprovados, será de dois anos, contado da publicação do ato homologatório, prorrogável uma vez, também por igual período.

O Serpro fez uma divulgação focada em atrair candidatos, sem dar maiores detalhes sobre qual será o destino dos novos contratados.

A decisão de fazer uma contratação temporária, porém, provavelmente tem que ver com os planos de longo prazo da estatal de tecnologia do governo federal de enxugar a equipe interna e terceirizar boa parte do desenvolvimento.

Veja também

007
Assespro perde batalha contra o Serpro

Estatal federal recebe licença para não licitar do STF. Decisão vem na hora certa para o Serpro.

BIOMETRIA
Rio testa embarque com reconhecimento facial

Aeroporto Santos Dumont está usando a tecnologia já testada em Florianópolis e Salvador.

FEEDBACK
Funcionário do Serpro vai armado falar com o chefe

Incidente aconteceu em 2013 em Porto Alegre e acabou em demissão por justa causa.

CONSTRUÇÃO
Governo faz nova mega compra de nuvem

Brasília dá mais um passo na reformulação da infra de TI do governo.

NO BYOD
Sem notebooks particulares no STJ

Depois do ataque hacker, órgão decidiu controlar de perto o acesso à rede.

SEGURANÇA
TJ-RS atacado por hackers

Invasor colocou foto e texto em site do TJ-RS. Site chegou a ficar fora do ar.

PRESENÇA
Azure tem nova região de nuvem no Brasil

Lançamento abre portas para vender nuvem no governo, um segmento no qual a AWS está na frente. 

VELHO NORMAL
Serpro: 100% de volta até dezembro

Estatal de TI começou o retorno de 10 mil funcionários para os escritórios.

INFRA
Serpro assume data center da CGU

Órgão do governo federal vai usar o data center do Serpro em regime de colocation.