Vicente Sugui, gerente de TI da SIL. Foto: Divulgação.

A SIL, fabricante de fios e cabos elétricos que atua no mercado nacional desde 1974, contratou tecnologias de segurança de TI da Blockbit com o objetivo de proteger dados e informações de clientes das ameaças de cibercriminosos.

A empresa - que possui um centro industrial e administrativo ocupando uma área de 30 mil metros quadrados na cidade de Guarulhos - implantou o Blockbit UTM (Unified Threat Management), plataforma para gerenciamento de segurança da informação, e o SMX (Secure eMail eXchange), sistema de proteção de e-mail.

O SMX inclui antispam, antivírus integrado, antiphishing e uma capacidade de prevenção de perda de dados para manter a segurança de mais de 200 usuários do sistema, sistemas de armazenamento e servidores que abastecem a rede de informações.

“Confiamos nas soluções da Blockbit para manter nossas políticas de segurança e controle de acesso sob rígido controle, assegurando a atividade ininterrupta do nosso parque de servidores. Nossa parceria inclui suporte direto e atualização contínua dos produtos de segurança”, comenta Vicente Sugui, gerente de TI da SIL. 

De acordo com o gerente de TI da SIL, antes do uso da plataforma UTM, a companhia sofria uma média de 200 a 300 tentativas de invasão diariamente. Hoje, o firewall barra 100% dos ataques. 

Além disso, foram estabelecidas políticas de segurança como o controle de senhas, que precisam seguir normas de confiabilidade, e é feito o controle de acesso dos funcionários em vários níveis hierárquicos.

“Com a ferramenta, eu consigo ter uma visão completa da rede, podendo aplicar um monitoramento de quem e o que está sendo acessado, o tráfego de dados, controle de sites e relatórios para análise. Além disso, ainda é possível monitorar os acessos de centenas de distribuidores e canais de venda espalhados por todo o território nacional”, completa Sugui.

Com a solução SMX, Sugui destaca que um dos principais benefícios foi o controle de SPAM e phishing. 

“Antes os colaboradores da SIL perdiam tempo precioso filtrando o que era relevante ou não, agora é possível criar listas de endereços confiáveis e focar nas mensagens do negócio”, explica.

O SMX trabalha integrado com antivírus de end-point, garantindo que e-mails de phishing – que contém malware e podem ser o início de ataques avançados – sejam retidos antes de chegarem as caixas de entrada dos colaboradores. 

Na SIL, também está sob a proteção das soluções da Blockbit um conjunto de câmeras IP, responsáveis por monitorar as atividades da fábrica para garantir a segurança física e a rede wireless. O sistema trabalha em uma rede dedicada, para garantir que não exista interferência com os outros serviços de rede.

A SIL é hoje uma das principais indústrias do Brasil na produção de fios e cabos elétricos até 1 kV (baixa tensão). Seu parque fabril, instalado em uma área de 30.000 m², tem capacidade instalada para processar 42 mil toneladas/ano de cobre. A SIL conta com 350 funcionários e 100 representantes em todo o país.

Com mais de 2 mil clientes corporativos ativos e uma equipe de 100 profissionais, a Blockbit tem escritórios na América do Norte, América Latina e Europa. A companhia foi fundada a partir de uma joint-venture formada por BNDES, fundo de investimentos Oria (antigo DLM) e integradora Cipher. O negócio foi viabilizado a partir da compra da BRconnection, por R$ 20 milhões, em 2015.