A startup vencedora recebe um prêmio de US$ 5 mil. Foto: Pixabay.

A SAP e a Socialab, aceleradora chilena de startups, lançaram a nova edição da Social Innomarathon, competição regional para empresas de alto impacto na América Latina.

Para participar, as startups devem ter como foco a solução de problemas sociais ou ambientais, usando modelos de negócios B2B sustentáveis nos quais a tecnologia tenha protagonismo.

As inscrições são gratuitas e estão abertas até 14 de junho no site do projeto

Entre 15 de junho e 28 de agosto, ocorre a etapa de avaliação, quando 20 empreendimentos serão selecionados para a fase aprofundamento, que inclui uma análise feita por mentores sobre o potencial das startups, com ajustes das propostas. 

Em seguida, oito finalistas serão escolhidos para participar de um encontro de aceleração, treinamento e inspiração, previsto para ocorrer entre os dias 10 e 13 de novembro em Bogotá, na Colômbia.

A startup vencedora recebe um prêmio de US$ 5 mil, três meses de suporte da Socialab e um ano de suporte virtual com especialistas do SAP Labs Latin America. 

Além disso, poderá se tornar um parceiro autorizado da SAP para fazer negócios com clientes, participar do programa Partner Edge e do marketplace SAP App Center.

De acordo com a empresa, a competição busca startups com uma clara visão de crescimento e sustentabilidade dos negócios no longo prazo. 

Entre os requisitos que os projetos devem atender, estão um mínimo de seis meses de operação local ou nacional, protótipo validado de produtos ou serviços, vendas recorrentes, pelo menos uma pessoa dedicada em período integral e experiência do líder no setor em que o empreendimento atua.

Em 2019 a vencedora foi a argentina Nilus, uma plataforma que conecta cozinhas sociais e empresas alimentícias com produtos que serão desperdiçados.

No ano anterior, ganhou a Ecolones, da Costa Rica, que criou uma rede de pessoas que reciclam e trocam resíduos por criptomoedas que podem ser usadas em lojas.

Já em 2017, quem levou a competição foi a chilena Bikelite, com uma solução para ciclistas que usa GPS para criar rotas seguras, evitando o risco de acidentes e situações como roubo ou ruas danificadas.

Segundo a SAP, a iniciativa visa contribuir com ações que promovam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma vez que a empresa é signatária do Pacto Global das Nações Unidas.

“Acreditamos que a tecnologia é um motor para resolver problemas sociais complexos, trazendo maior visibilidade e automatização de processos ou reunindo informações em bancos de dados analíticos que facilitem a tomada de decisão”, afirma Matheus Souza, líder de inovação da SAP Labs Latin America.

Fundada em 2006, em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, a SAP Labs Latin America é o primeiro e único centro da SAP na América Latina, um dos 20 centros mantidos pela companhia em todo o mundo, com mais de 1 mil funcionários.

Já a Socialab foi fundada em 2010 e é uma rede rede com mais de 600 mil criativos de 96 países. Tem escritórios na Argentina, Chile, Colômbia, México, Uruguai e Guatemala.