Foto: flickr.com/photos/rbrands

Tamanho da fonte: -A+A

A Oi foi contratada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) como prestadora oficial de serviços de telecomunicações e TI da Rio+20.

Identificada como patrocinadora do evento, a Oi deverá investir R$ 50 milhões no projeto.

Tanto no Riocentro quanto em outras instalações da conferência, como o Parque dos Atletas, a Arena da Barra, o Píer Mauá, o Galpão da Cidadania e a região do Parque do Flamengo e Aterro, contarão com serviços da operadora de telecomunicações.

Os serviços da Oi se estenderão ainda a hotéis e aeroportos da cidade.

A expectativa é atender a um público de 200 mil pessoas.

A Oi contará com mais de 500 colaboradores envolvidos diretamente no projeto.

Outro serviço oferecido será um circuito de internet de alta capacidade, servidores dedicados e cerca de 1.800 pontos cabeados para acesso à internet em todos os locais de realização do evento, bem como uma rede de banda larga Wi-Fi preparada para conectar 67 mil usuários simultaneamente.

Segundo a operadora, essa será a maior rede sem fio já instalada no país.

A Oi também fornecerá salas para transmissão em videoconferência e toda infraestrutura de microinformática do evento, incluindo suporte e help desk, além de servidores de computação em nuvem do Oi Smart Cloud, plataforma lançada no início deste ano pela empresa.

O projeto da Oi para a Rio+20 inclui, também, o fornecimento de tráfego de voz fixa e móvel, terminais fixos, PABX, computadores, aparelhos de celular e tablets para a organização do evento.

A empresa disponibilizará mais de 160 totens interativos conectados à internet, com informações atualizadas sobre a cúpula, em diversos hotéis da orla carioca e nos principais aeroportos da cidade.