App está disponível para PCs e Smartphones. Foto: flickr.com/lufreitas

Mais um player entra para concorrer com os apps de motoboys no país. O nome da vez é o Motomov, desenvolvido pela e-flows está disponível para PC ou smartphone.

O aplicativo utiliza a geolocalização dos usuários e dos motoboys para otimizar a rota, escolhendo o profissionais que cumprirá mais rapidamente todas as etapas do serviço.

O Motomov está disponível na região metropolitana de São Paulo e em fase de expansão para outros centros urbanos. A estimativa do diretor executiva da empresa é que a demanda por esse serviço seja cinco vezes maior que a demanda por táxi.

“Até dezembro deste ano nossa meta é contratar bons motofretistas e treiná-los na solução, finalizando 2014 com 12 mil serviços prestados", afirma  Nathan de Vasconcelos Ribeiro.

Um dos diferenciais do aplicativo é a possibilidade dos clientes terem acesso a relatórios com informações dos prestadores de serviço e seus respectivos valores. Além disso, a plataforma oferece o rastreamento do motoboy e otimiza o atendimento com ordens de serviço.

No Brasil, o Motomov é o quinto aplicativoa aparecer no mercado de motoboys.. Além dela, a Speedyboy, a vai Moto a Rapiddo já desenvolveram suas aplicações.

Outra já estabelecida no país é a paulistana Loggi, que também lançou uma plataforma oferecendo um serviço de solicitação e gerenciamento de serviços de motoboys.

Ela também recebeu um aporte de R$ 2 milhões por conta de dez investidores-anjo, entre eles Kees Koolen, COO da Uber e chairman da Booking.com, e Nicolas Gautier, da Bolt Ventures.

Com esse aquecimento, resta saber se a concorrência no acirrado mercado de transporte da capital paulista será tão violento quanto o que ocorre no mercado de apps para taxi.