Rafael Steinhauser, presidente da Qualcomm para América Latina. Foto: Divulgação.

A Qualcomm e a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo acabam de anunciar projeto piloto para levar aulas de pensamento computacional e robótica a alunos da rede estadual de ensino. 

O RoboLab tem como objetivo promover a aprendizagem da linguagem de máquina de alunos de escolas públicas por meio do uso de dispositivos conectados à internet de alta velocidade.

A Qualcomm desenvolve o RoboLab em parceria com o Grupo +Unidos, associação sem fins lucrativos que atua como fundo de investimento social. O grupo é idealizado pela Embaixada Americana, por meio da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). 

O RoboLab busca incentivar que escolas públicas incluam disciplinas de computação no currículo escolar, uma tendência presente em escolas particulares e contemplada na nova Base Nacional Comum Curricular, documento recém-aprovado que norteia as práticas pedagógicas no país.

Para o piloto, foram selecionadas 10 escolas da rede estadual das regiões Sul 1 e Sul 3. Os professores de cada escola receberão formação para ministrarem aulas e oficinas de pensamento computacional e robótica aos alunos do ensino fundamental II e médio. 

No final do ano, os alunos participarão de uma competição que premiará  os projetos de robótica com as ideias mais criativas e inovadoras.

Cada escola contará com um laboratório de robótica equipado com dispositivos e ferramentas conectados à banda larga móvel da rede 4G.

“A parceria com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e o Grupo +Unidos traz uma oportunidade única para a Qualcomm contribuir de forma fundamental para o desenvolvimento da educação no estado por meio da inclusão digital, tão necessária para a inserção social e empregabilidade no século XXI, neste mundo cada vez mais tecnológico”, afirmou Rafael Steinhauser, vice-presidente sênior e presidente da Qualcomm para América Latina.

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo é a maior rede de ensino do Brasil, com 5,4 mil escolas, 3,7 milhões de alunos e 245,2 mil servidores nos quadros do Magistério (QM), no Quadro de Apoio Escolar (QAE) e no Quadro da Secretaria da Educação (QSE).