Eduardo Arruda, VP de Comunicação da Assespro-RS.

A Assespro-RS lançou nesta segunda-feira, 05, o Programa de Empreendedorismo Inovador Startups, uma iniciativa com a qual a entidade quer ser um catalizador de inovação no Rio Grande do Sul, ao mesmo tempo em que busca aumentar sua representatividade entre os novos empreendedores do mercado de TI.

O programa se desdobrará ao longo de diversas fases até o segundo semestre de 2014, quando está prevista a realização em Porto Alegre de um congresso no qual 15 empresas novas deverão fazer apresentações para investidores e empresas de TI interessadas em parcerias.

Antes disso, as empresas participantes terão acesso a apoio de empresários da Assespro-RS na formação de planos de negócio e estratégia das suas empresas. O plano prevê ainda a criação de um hot site para concentrar informações sobre empreendedorismo inovador.

“Temos muitas ações separadas nesse campo. Acredito que a Assespro-RS tem um papel a cumprir como agregador”, explica Eduardo Arruda, vice presidente de Comunicação e Marketing da entidade.

Segundo Arruda, os hubs de inovação ao redor do mundo sempre tem entidades e organizações que atuam promovendo contatos entre empreendedores, investidores e academia, de tal forma a potencializar os negócios.

A Assespro-RS está localizada dentro do Tecnopuc e tem entre seus quadros dezenas de empresas de TI do Rio Grande do Sul.

Outro dos organizadores da iniciativa é Sandro Cortezia, vice presidente de Planejamento e Qualidade da entidade e também diretor da Venti, consultoria responsável pela gestão da aceleradora Ventuir.net.

“As entidades precisam refletir as mudanças do mercado que representam. Minha meta é que em alguns anos 25% dos associados da Assespro-RS tenham menos de 25 anos”, projeta Arruda.