Vinícius Lobato é um dos sócios da Brivia.

Os sócios da agência digital Brivia recompraram o controle acionário da empresa, desde 2008 mas mãos do grupo de comunicação GAD', dentro do qual a companhia atuava com o nome GAD'Brivia.

O negócio, que não teve o valor revelado, foi realizado em julho do ano passado. Em um primeiro momento, a Brivia seguiu atuando no mercado em conjunto com o GAD, período encerrado agora.

“Buscamos independência para fazer novas alianças no mercado”, resume Vinícius Lobato, diretor de Negócios da Brívia e um dos nove sócios restantes no negócio dos 12 que participaram da fusão de cinco empresas que deu origem à companhia em 2006.

Lobato destaca que ao longo dos últimos cinco anos, o Brivia sempre manteve uma operação autônoma – era a única das divisões do GAD a ter uma sede própria fora de Porto Alegre, em Novo Hamburgo – e com um peso específico importante: 110 funcionários, contra 220 do GAD.

A Brivia é um dos grandes players independentes no mercado digital brasileiro, que nos últimos anos passou por um processo de consolidação.

A empresa atende hoje 30 clientes do porte de Vivo, Gerdau e Braskem e projeta fechar o ano com faturamento de R$ 12 milhões, alta de 20% frente os números do ano passado.