Microsoft vem aí com o Cloud OS. Foto: flickr.com/photos/chevywally

A Microsoft anunciou nesta terça-feira, 4, a disponibilidade global do Windows Server 2012. Com isso a empresa está injetando US$ 100 milhões para melhoria de canais na América Latina, visando também o lançamento futuro de seu sistema operacional na nuvem.

De acordo com a companhia, a nova versão do produto foi desenvolvida a partir de sua experiência com o Azure – focado na nuvem – e, por isso mesmo, expande a definição de sistema operacional para servidores.

De acordo com Mauricio Prado, gerente geral da divisão de servidores da Microsoft Brasil, a nova versão incorpora novas funcionalidades, como armazenamento avançado, rede avançada, virtualização e automação.

“Nossa estimativa é que o volume de dados se multiplique por dez nos próximos dez anos. Tudo isso vai exigir novos sistemas operacionais. Estamos chamando este sistema de Cloud OS, que integra tudo em um único modelo, que prepara um ambiente mais moderno”, afirma.

O executivo lembra que, ao longo dos últimos anos, versões beta do produto foram disponibilizadas para testes em 70 clientes.  No Brasil, a Tivit foi uma das beta testers.

NOVAS FUNCIONALIDADES

Danilo Bordini, gerente de novas tecnologias da Microsoft Brasil, explica que o projeto do Windows Server levou dois anos para ser concluído.

O sistema foi desenvolvido com foco em quatro pilares: virtualização, simplificação da gestão, possibilidade de construção de solução em nuvem; e lidar com a consumerização de TI.

Para Andre Ruiz, gerente de canais da Microsoft Brasil, o novo sistema representa também uma grande oportunidade para a rede de canais da companhia, hoje formada por 12,7 mil empresas registradas - 1,3 mil trabalhando projetos em nuvem.

“De acordo com a IDC, a taxa de virtualização no Brasil é de 25%, um percentual ainda baixo”, diz.

De olho neste potencial, a Microsoft está colocando US$ 100 milhões em benefícios a serem oferecidos aos canais na América Latina – boa parte desse valor no Brasil.

No Brasil, a companhia possui 18 mil canais de vendas, sendo 12,7 mil registrados no programa Microsoft Partner Network.

Segundo Andre Ruiz, gerente de estratégia e programa de canal da Microsoft Brasil, 2 mil parceiros já participaram de treinamentos para o Windows Server 2012.

"Atualmente 1,3 mil canais trabalham com computação em nuvem. Nossa expectativa é triplicar este número em um ano”, afirmou o executivo.

O novo sistema operacional chega ao mercado em quatro versões: Windows Server 2012 Datacenter – para ambientes de nuvem privada altamente virtualizados, Windows Server 2012 Standard – para ambientes físicos ou minimamente virtualizados, Windows Server 2012 Essentials – para empresas com até 25 usuários ou 50 dispositivos, Windows Server 2012 Foundation – para empresas com até 15 usuários.