Sócios da ContaAzul. Esq: Marcelo dos Santos, José Sardagna, João Zaranite e Vinicius Roveda. Foto: divulgação.

A provedora de ERP como serviço ContaAzul está estruturando uma rede de consultores para apoiar seus clientes localmente. A meta é ter pelo menos 50 profissionais atuando até o final do ano.

Os cadastrados terão seus contatos disponibilizados no site após passarem por um processo de qualificação online e uma prova de certificação. A ContaAzul não cobrará taxas ou estabelecerá tarifas.

“Testamos o modelo e notamos que, ao contar com a consultoria, os clientes se sentiam mais confiantes em relação à gestão da empresa e também usufruíam melhor das funcionalidades do produto”, explica Marcelo dos Santos, CGO da ContaAzul.

De acordo com Santos, a empresa já conta com aproximadamente uma centena de consultores interessados.

O programa é uma pequena mudança de rumo para a empresa catarinense, que abriu as portas em 2011 apostando em um serviço totalmente online e com mira em faturar na escala com mensalidades entre R$ 19,90 e R$ 195 para um serviço que promete um uso quase instantâneo.

De certa forma, aposta deve permanecer, uma vez em que os 50 consultores que a companhia projeta formar neste ano – a empresa não revela metas para 2014 – é pequeno frente a  uma base total de 10 mil empresas clientes atuais.

Fazendo uso do clássico modelo de Pareto, no qual em linhas 20% de um público gera 80% de uma demanda, os dois mil clientes mais exigentes da ContaAzul teriam um consultor para cada 40.

Especulações à parte, o fato é que o modelo de negócios da ContaAzul tem o respaldo de aportes não divulgados de fundos conhecidos como os brasileiros Monashees Capital e Napkn Ventures e os americanas Ribbit Capital e 500Startups.

Em março, a ContaAzul firmou uma parceria com o UOL Host para vender seu software na loja de  aplicativos da empresa de hospedagem, serviços web e cloud. Dados divulgados falavam em 217 contratos no mês de fevereiro.

A companhia também conseguiu atrair para o projeto executivos de peso como o próprio Santos, um ex-diretor de comunicação e marketing da Totvs com passagens por outras grandes do ERP como Sage e Datasul, contratado em janeiro deste ano.