Dafiti se juntou a outras lojas de moda. Foto: Kamil Macniak/Shutterstock.com

A Dafiti, empresa nacional de e-commerce de artigos de moda, anunciou uma união com outras quatro varejistas da web para formar o GFG, um grupo global de e-commerce que já nasce com atuação em 23 países.

Segundo o Valor, a fusão foi anunciada pelos fundos de investimentos AB Kinnevik e Rocket Internet, que controlam as cinco empresas, que são, além da Dafiti, as redes de moda on-line Jabong (Índia), Lamoda (Rússia), Namshi (Oriente Médio) e Zalora (Sudeste da Ásia e Austrália).

Se aprovado pelos órgãos reguladores, a empresa deve ser oficializada no final do ano. O conselho de administração do GFG terá Lorenzo Grabau, executivo-chefe do Kinnevik, como presidente e Oliver Samwer, executivo-chefe da Rocket, como vice-presidente.

De largada, a companhia surge com um total de € 406 milhões em vendas combinadas em 2013 e um caixa com € 350 milhões para investimentos. Na parte de clientes, as empresas somam 4,6 milhões de contas ativas.

Devido ao porte que a nova companhia deve ter, os fundos de investimento avaliam a possibilidade de listar a empresa na bolsa de valores com uma oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês)

"Temos todas as opções em aberto e como estamos falando de uma empresa global, faz mais sentido abrir capital lá fora", disse Philipp Povel, presidente da Dafiti.

Com a estrutura unificada, a Global Fashion Group pretende ganhar força junto aos fornecedores, negociando maiores volumes e conseguindo preços menores. Além disso, o plano é aumentar sua competitividade com grandes redes, como Zappos e Zalando. 

"Comércio eletrônico só funciona com muita escala. Há investimentos muito altos em tecnologia, atendimento ao cliente e logística. O caminho é criar grandes negócios que possam crescer juntos e que gerem sinergias", diz Povel. 

Com 2,2 mil funcionários atualmente, a Dafiti oferece produtos como calçados, roupas e artigos para o lar. A empresa não divulga informações de faturamento anual, mas segundo estimativas de mercado, fica na faixa de R$ 500 milhões a R$ 900 milhões.

Em janeiro, a Dafiti recebeu um investimento de aproximadamente R$ 50 milhões do International Finance Corporation (IFC), divisão do Banco Mundial que financia iniciativas do setor privado. 

Já em setembro do ano passado, a companhia recebeu um aporte de R$ 160 milhões do Ontario Teachers Pension Plan. O OTPP é o maior fundo de pensão do Canadá.