Vivo Alerta CPF avisa sobre buscas ao número do cliente. Foto: Carlos Poly/ACS.

A Vivo, em parceria com a Serasa Experian, lançou o Vivo Alerta CPF, que envia ao cliente uma SMS sempre que alguma empresa ou instituição faz consultas ao nome e/ou documento do usuário. 

Os primeiros sete dias são grátis e, após esse período, o cliente pode adquirir o serviço por R$ 4,99 ao mês, valor cobrado na fatura telefônica mensal de clientes pós-pagos ou debitado do saldo do cliente pré-pago.

Exclusivo para os 79,4 milhões de clientes da operadora no país, o serviço também emite uma mensagem quando surge uma pendência financeira relacionada ao usuário ou quando o nome dele deixa de constar no cadastro como devedor.

O serviço, o primeiro da Serasa em parceria com uma operadora de celular, também ajuda a prevenir contratempos para quem perde ou tem documentos roubados – muitas vezes usados por criminosos para obter crédito sem intenção de quitação ou para praticar outros tipos de fraudes.

O consumidor consegue identificar se foi ele mesmo que buscou crédito naquele momento ou se está sendo vítima de uma fraude. Em geral, o consumidor só descobre a utilização indevida do seu CPF ao fazer algum financiamento ou compra.

De acordo com Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude, em julho houve 180.919 tentativas de fraude, volume equivalente a uma tentativa de fraude a cada 14,8 segundos no Brasil.

Para contratar o Vivo Alerta CPF, é necessário enviar mensagem com a palavra CPF para o número 7728. 

Em julho do ano passado, a Serasa Experian ofereceu 30 dias gratuitos para o uso do serviço de proteção de CPF para os usuários que se inscrevesse no banco de dados do cadastro positivo da empresa.

O serviço do MeProteja segue o mesmo modelo da parceria com a Vivo: avisa o consumidor por e-mail e SMS toda vez que seu CPF é consultado por um credor e alerta sobre tentativa de abertura de empresa com o número do documento.

A diferença dos serviços o preço. O plano anual do MeProteja sai por R$ 120, o trimestral por R$ 39,90 e o mensal, R$ 19,90.

Com a parceria da Vivo, o consumidor gasta R$ 58,88 para usar o Alerta CPF durante um ano inteiro.

Com o alcance da Vivo e o preço reduzido, é de se imaginar que o Vivo Alerta CPF faça mais sucesso do que o MeProteja.

A Vivo é a líder do segmento de telefonia celular no Brasil, com 28,75% do market share em julho de 2014. A Tim é a segunda, com 26,93%, seguida da Claro (24,96%). A Oi fica com 18,50% do mercado.