O WhatsApp Business incluirá ferramentas mais complexas para gerir as mensagens. Foto: Pexels.

O Itaú é o maior cliente brasileiro da versão para empresas do WhatsApp. O novo modelo do app ainda não tem data de lançamento oficial.

“O WhatsApp simplificou a comunicação para as pessoas no mundo todo. Agora, queremos aplicar a mesma abordagem ao levar negócios ao WhatsApp de maneira que crie valor para as pessoas. Estamos entusiasmados em tornar possível conectar pessoas à empresas de maneira rápida e pessoal”, afirma Matt Idema, COO do WhatsApp.

A instituição financeira iniciará o projeto piloto com clientes Personnalité Digital, ainda sem data definida, e irá expandir o serviço de forma gradativa.

No primeiro momento, o projeto visa permitir o diálogo entre clientes digitais e os gerentes de suas contas. O envio de notificações e alertas são funcionalidades que estão sendo estudadas. 

“Estarmos sempre presentes na vida do cliente, na forma e no momento em que ele tiver necessidade, é um ideal que buscamos. O desenvolvimento de uma solução como esta será crucial para tangibilizarmos esse objetivo”, afirma Luis Cunha, diretor executivo do Itaú Unibanco.

O projeto conta com o envolvimento de mais de 50 colaboradores de diversas área do Itaú Unibanco, como atendimento digital, user experience, design, marketing, e tecnologia.

Além do Itaú, o WhatsApp divulgou alguns clientes internacionais da nova versão do aplicativo de mensagens. A empresa vai atender a companhia aérea holandesa KLM, a farmácia online indiana 1mg e o site de venda de ingressos Bookmyshow.com, também da Índia.

De acordo com o post no blog do WhatsApp, o aplicativo contará com uma versão corporativa gratuita para pequenas e médias empresas - que contará com recursos como conta verificada. 

Além disso, uma versão paga do WhatsApp Business será direcionada para grandes empresas e incluirá ferramentas mais complexas para gerir as mensagens e atender aos clientes.

O aplicativo para grandes empresas poderá ser utilizado para enviar notificações para os consumidores, como confirmação de entrega, horários de voos, entre outros. 

A criação de um app para empresas é importante para tentar atrair receitas para o WhatsApp. O aplicativo conta com 1 bilhão de usuários, mas não dá retorno ao Facebook, que pagou US$ 22 bilhões pela ferramenta em 2014.