Denio Portella, CTO da Vogel. Foto: Divulgação.

A Vogel Telecom vai investir cerca de R$ 20 milhões para lançar no início de 2018 seu backbone nacional próprio. 

Com isso, a empresa deixará de utilizar a infraestrutura de terceiros para interligar suas redes metropolitanas - vindas da fusão, em 2015, das companhias SouthTech Telecom (RS), Avvio (SP) e Smart (SP).

A primeira etapa do projeto de backbone nacional será interligar os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Para isso, a empresa vai investir 4 mil quilômetros de fibra, iluminadas com plataforma DWDM da Coriant. 

As estruturas incluem equipamentos de alta performance para as conexões de longa distância. A nova rede terá capacidade inicial de 5 Tbps, podendo chegar a 10 Tbps de tráfego no futuro.

Na etapa posterior, a Vogel implementará a hierarquização de sua rede nacional, utilizando roteadores fornecidos pela Cisco. 

"Com a estrutura própria, a empresas aumenta a robustez de sua rede e ganha maior capacidade de crescimento. Essa estrutura proporcionará reforço essencial para ampliamos nossa capacidade de transporte e hierarquização da estrutura nacional", destaca o CTO da Vogel, Denio Portella. 

Para o projeto, a Vogel contou com o apoio da Logicalis, que realizou uma análise da infraestrutura da operadora.

"Além de colaborar para a melhoria constante do atendimento e estabilidade, o investimento abre possibilidade do lançamento de novas ofertas no futuro, como redes virtualizadas e outros produtos", completa Portella.

A Vogel está presente hoje em 13 estados e no Distrito Federal, com 21 mil quilômetros de fibra óptica.