Instituição acredita que nem todas as grandes irão sobreviver à nova fase. Foto: flickr.com/photos/chris28mm.

O Gartner prevê que a partir do próximo ano iniciará um período de extrema competição na nova indústria de TI. O vice-presidente e analista emérito, Donald Feinberg, acredita que o mercado está vivendo uma mudança para um modelo computacional cada vez mais presente, marcado pelo modelo cloud.

“O que muitos fornecedores de TI tradicionais vendiam no passado, muitas vezes, não é o que você precisa para o futuro digital. Sua estratégia de canais, força de vendas e ecossistema de parcerias são desafiados por concorrentes diferentes, novos centros de compras e modelos de negócio do cliente”, explicou Val Sribar, vice-presidente do Gartner. 

Segundo matéria da CRN, a instituição teme que grandes nomes da indústria não vençam esse processo. Afinal, alguns ganharão mais pontos de market share, enquanto outros perderão espaço.

 “Muitos dos vendedores que estão no topo hoje, como a Cisco, a Oracle e a Microsoft, podem não ser os líderes na Economia Industrial Digital”, conclui.

De acordo com a instituição, as novas empresas estão surgindo mais preparadas para o modelo de mercado atual. Para Feinberg, os mais preparados a vencerem são os que são capazes de ofertar valor aos negócios e à inovação.