Biometria está entre os serviços previstos no contrato. Foto: flickr.com/photos/agecombahia.

A Valid será a responsável pela emissão das carteiras de identidade do estado de São Paulo por R$ 40 milhões por ano. 

O contrato prevê o desenvolvimento, a implantação, operacionalização e manutenção da central de emissão de documentos, postos descentralizados, identificação civil e criminal em prontuário eletrônico, captura ao vivo de imagens, fotos, assinaturas e impressões digitais, identificação do requerente, sistema central e comparação biométrica automática.

“Cada vez mais a sociedade demanda por documentos de identificação seguros e que adotem os melhores padrões de tecnologia, como a biometria, para impedir falsificações minimizando sobremaneira os prejuízos oriundos de fraudes, além de garantir maior segurança e confiabilidade aos documentos emitidos no Estado de São Paulo ”, destaca José Roberto Mauro, executivo-chefe da Valid.

Com duração de 27 meses, o acordo foi assinado pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt, vinculado à Secretaria de Estado dos Negócios da Segurança Pública. 

Depois desse período, é possível renovar o contrato pelo mesmo tempo. 

A empresa fornece serviços de certificação digital; meios de pagamento com cartões, documentos de segurança e RFID; sistemas de identificação e telecomunicações. 

Entre seus clientes estão: Oi, Vivo, Claro, Brasil Telecom, BM&FBovespa, Detran SP, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa, Citibank, HSBC, Itaú, Santander e Unibanco.

A ação da Valid encerrou 2012 valendo R$ 45,50, mais que o dobro do registrado no ano anterior, quando era R$ 20,59. O valor de mercado da companhia no final do ano passado era de R$ 2,5 bilhões, ano em que movimentou cerca de R$ 7 milhões por dia na BM&FBovespa.