Programa de Promoção da Economia Criativa está buscando startups. Foto: Syda Productions/Shutterstock.

A Samsung e a Anprotec abriram um processo para a seleção de startups interessadas em dinamizar seus projetos por meio do Programa de Promoção da Economia Criativa. 

O programa já selecionou as incubadoras participantes do projeto, às quais as startups estarão vinculadas.

A Incubadora Raiar da PUC-RS foi a selecionada na região sul. No nordeste, a selecionada foi a Incubadora Tecnológica de Campina Grande (ITCG). A Cietec representa o sudente, enquanto o Programa de Incubação de Empresas da Universidade Federal de Goiás (Proine/UFG) será responsável pelo projeto no centro-oeste. 

Uma chamada específica para escolha de mais uma incubadora na região norte será realizada ainda em novembro.

“Nosso objetivo com essa etapa do programa é fomentar o desenvolvimento de novas empresas que desejam criar mudanças positivas para a sociedade, por meio de soluções nas áreas de educação digital, saúde digital, segurança da informação e mobilidade/soluções de convergência”, afirma Antonio Marcon, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung no Brasil.

O prazo para submissão de propostas pelas startups brasileiras é o dia 16 de novembro. A partir de janeiro de 2016, inicia-se a fase de incubação, que tem duração de seis meses.

As propostas submetidas serão avaliadas por uma banca especializada, formada por Samsung, Anprotec e as incubadoras selecionadas. Serão selecionadas até oito startups, distribuídas entre as diferentes regiões do país. 

“Como forma de incentivar cada vez mais os novos empreendedores, os projetos escolhidos receberão investimentos da ordem de R$ 140 mil, além de infraestrutura física, metodologia de incubação e oportunidades de mentoria para os vencedores”, destaca o executivo da Samsung. 

As startups selecionadas receberão ainda treinamentos focados na criação de empreendimentos, inspirado no Modelo Coreano de Cultura de Economia Criativa, implantado na Coreia do Sul pelo CCEI Daegu. 

As submissões devem ser realizadas através do formulário de inscrição.

Criada em 1987, a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) reúne cerca de 300 associados, entre incubadoras de empresas, parques tecnológicos, instituições de ensino e pesquisa, órgãos públicos e outras entidades ligadas ao empreendedorismo e à inovação. 

Atualmente, o Brasil conta com 400 incubadoras de empresas e cerca de 90 iniciativas de parques tecnológicos.