81% dos entrevistados assistem a vídeos em plataformas como Netflix e YouTube. Foto: Twin Design/Shutterstock.

O consumo de vídeos em plataformas de streaming atrai mais público do que a TV aberta, segundo uma pesquisa realizada pela ComScore.

O estudo entrevistou 8.376 pessoas nos países Brasil, México, Argentina, Colômbia, Chile e Peru sobre o conteúdo em vídeo acompanhado de junho a agosto de 2015. Entre os entrevistados, 81% disseram consumir vídeos em plataformas como Netflix e YouTube. Enquanto isso, 71% afirmaram assistir a TV aberta.

No Brasil, 82% dos entrevistados assistiram conteúdo sob demanda no período. Uma proporção de 73% disse ter visto TV aberta nos meses avaliados. 

Na América Latina, o tempo gasto na internet representa 44% do tempo total gasto em todas as mídias, como rádio, revistas e jornais. Além disso, o tempo online representa quase o dobro do tempo gasto assistindo à televisão.

O estudo analisou vários aspectos de consumo de vídeo digital, incluindo o perfil dos telespectadores, o uso de dispositivos, o tempo gasto, tipo de conteúdo e a interação em relação à publicidade em vídeo.

Entre os consumidores de conteúdo via streaming, 35% afirmar assistir aos vídeos fora de casa, enquanto 14% acompanham o conteúdo enquanto se deslocam para casa ou para o trabalho.

Segundo a pesquisa, os smartphones são o principal dispositivo utilizado para assistir vídeos online. Filmes, séries de TV e música foram os conteúdos preferidos e consumidos com maior frequência pelos latino-americanos, que passam 13,2 horas por semana assistindo a vídeos na internet.