Em janeiro, o Flickr vai permitir o upload de 1 mil fotos de maneira gratuita. Foto: Pexels.

O Flickr terá mudanças no seu plano gratuito a partir de janeiro. A empresa vai permitir o upload de 1 mil fotos de maneira gratuita ao invés do 1 TB disponível atualmente.

Os usuários gratuitos que permanecerem com mais de 1 mil imagens no site até 5 de fevereiro terão o excedente deletado pelo Flickr, começando pelas fotos mais antigas.

A novidade acontece a partir da aquisição da plataforma pela SmugMug no início de 2018. Os novos donos buscam um meio de sustentar o site de compartilhamento de fotos após comprá-lo do Yahoo.

Os planos pagos no Flickr começam em US$ 50 por ano.

A empresa diz que apenas 3% dos usuários gratuitos têm mais de 1 mil fotos atualmente publicadas.

"O terabyte disponível atraiu em grande parte os membros que buscavam armazenamento gratuito, não o envolvimento com outros amantes da fotografia. Isso causou uma significativa mudança de tom em nossa plataforma, deixando de lado a interação da comunidade e a exploração de interesses compartilhados, o que faz do Flickr a melhor casa compartilhada para fotógrafos do mundo", diz Andrew Stadlen, vice-presidente de produtos do Flickr, em uma postagem no blog da empresa.

O limite gratuito era atraente para aqueles que usavam o Flickr para hospedar imagens que eram divulgadas externamente, como em blogs ou newsletters. Quando a empresa excluir as imagens de seu arquivo, os visitantes de outros sites na rede podem encontrar espaços em branco onde as imagens deveriam estar.

Antes do limite de 1TB ser introduzido, em 2013, as contas gratuitas no Flickr podiam publicar 200 fotos públicas, sem limite para o número de imagens que poderiam ser armazenadas em particular. 

O Yahoo, ex-proprietário do Flickr, aumentou o limite para 1TB em um esforço para reviver as perspectivas do site, depois de perder a liderança no compartilhamento de fotos on-line para o Instagram.

A ideia da SmugMug é ter um foco maior em assinaturas pagas e não em receita de publicidade.